Brahimi suspenso dois jogos

O internacional argelino expulso em Braga foi esta terça-feira castigado com dois jogos pelo Conselho de disciplina e uma multa de 765 euros

O futebolista argelino Yacine Brahimi, do FC Porto, foi suspenso por dois jogos devido à expulsão no jogo com o Sporting de Braga (1-1), anunciou esta terça-feira o Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

De acordo com o mapa de castigos da 29.ª jornada da I Liga, hoje divulgado pelo organismo, o extremo argelino foi suspenso na sequência de "gestos ameaçadores e reveladores de indignidade" e que lhe valeram a expulsão pelo árbitro Hugo Miguel aos 88 minutos, quando já estava no banco de suplentes, depois de ter sido substituído.

Num momento em que a partida estava interrompida, o internacional argelino, de 27 anos, "dirigiu-se ao quatro árbitro a gritar palavras de forma brusca e agressiva tendo encostado a sua face à face daquele", ainda que o teor do que terá dito Brahimi tenha sido "impercetível".

O número 8 dos 'azuis e brancos' vai falhar a receção ao Feirense, no domingo, e a visita ao Desportivo de Chaves, a 29 de abril.

Luís Gonçalves, diretor geral dos 'dragões', foi castigado com um mês de suspensão por críticas dirigidas ao trabalho do árbitro no empate em Braga.

Os portistas foram ainda multados em 5.738 euros por comportamento incorreto do público, enquanto o Benfica terá de desembolsar 5.203 euros pelo uso de material pirotécnico por parte de adeptos, com a utilização de um total de 17 elementos.

Por sua vez, os bracarenses foram multados em 9.487 euros por várias ofensas, a mais grave sendo o arremesso de uma cadeira e duas garrafas de água para o relvado, bem como comportamento incorreto do público e dos apanha-bolas e a entrada de material pirotécnico.

Já Filipe Mendes, que estava no banco do Belenenses na derrota caseira (3-1) com o Estoril, foi punido com três jogos de suspensão depois de ter sido expulso ao minuto 85 do jogo, por "uso de expressões ou gestos ameaçadores" para com o fiscal de linha.

Ler mais

Exclusivos