Brahimi é candidato a melhor africano da Liga espanhola

O médio-ofensivo internacional argelino Brahimi, do FC Porto, está entre os nomeados a melhor jogador africano na Liga espanhola na época 2013/14, no decorrer da qual representou o Granada.

O jogador integra um trio do qual constam também o marroquino Youssef El Arabi, seu ex-companheiro de equipa no Granada, e o camaronês M'Bia. O vencedor será conhecido na próxima segunda-feira, na gala da Liga Espanhola.

Brahimi, de 24 anos, fez uma boa época no Granada, a sua segunda no clube, transferindo-se no final da temporada para o FC Porto, equipa em que tem sido uma das opções regulares, dentro da política de rotatividade, do técnico espanhol Julen Lopetegui.

Na lista, destaque também para M'Bia, jogador crucial no Sevilha, dos portugueses Beto, Diogo Figueiras e Carriço, e que foi titular na final da Liga Europa, na qual os espanhóis venceram o Benfica no desempate por grandes penalidades.

Ler mais

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.