FIFA "está a analisar" transferência de Mangala e descarta, para já, investigação

FIFA esclarece que, para já, está apenas a analisar a documentação da transferência de Mangala para o Man. City.

A FIFA esclareceu hoje à agência Lusa que "está a analisar" a documentação referente à transferência do futebolista francês Mangala do FC Porto para o Manchester City, descartando, neste momento, haver qualquer investigação sobre o caso.

"A FIFA está a analisar a documentação", referiu um porta-voz do organismo, remetendo para mais tarde as conclusões desta abordagem ao 'caso Mangala', um negócio que envolveu também o fundo Doyen, que detinha parte do passe do futebolista francês.

Em causa poderá estar a participação da Doyen nas negociações, que pode ter ido contra as regras da FIFA sobre a ação de terceiros na propriedade dos passes de jogadores.

Contactado pela Lusa, um porta-voz da Doyen deu conta de que o envolvimento do fundo de investimento na transferência de Mangala do FC Porto para o Manchester City foi uma mera formalidade, atendendo a que o clube inglês teria de adquirir 100% do passe do francês.

"Não houve intervenção da Doyen na negociação do passe do jogador, a negociação foi feita pelos clubes", frisou a mesma fonte.

A 11 de agosto de 2014, o FC Porto anunciou o encaixe de 30,5 milhões de euros com a cedência de 56,67% dos direitos de Mangala ao Manchester City.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o FC Porto deu conta de que "chegou a um acordo com o Manchester City para a cedência, a título definitivo, dos direitos de inscrição desportiva e dos 56,67% dos direitos económicos que detinha do jogador profissional de futebol Eliaquim Mangala, pelo valor de 30.500.000 euros".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG