FC Porto negoceia Óliver. Atlético de Madrid recusou Layún

Médio espanhol quer regressar à Invicta e Pinto da Costa está a tratar pessoalmente da contratação do jogador de 21 anos

O FC Porto quer Óliver Torres de regresso ao Dragão. O jovem médio de 21 anos encantou durante a sua passagem pela Invicta, na temporada 2014/2015, e a verdade é que a SAD azul e branca nunca se esqueceu dele. Agora voltou à carga e as negociações estão em curso. Para já, contudo, o Atlético de Madrid recusou envolver Layún no negócio.

Pinto da Costa, presidente do FC Porto, está a tratar pessoalmente da contratação de Óliver, tendo-se reunido nos últimos dias com Miguel Ángel Gil, conselheiro delegado do emblema do Vicente Calderón, de acordo com o que avançou ontem a imprensa de Madrid.

Segundo dados recolhidos pelo DN, nessas conversas o presidente do FC Porto colocou Layún à disposição do Atlético de Madrid, mas os colchoneros recusaram a hipótese de assegurarem o lateral esquerdo mexicano, até porque ainda na temporada passada contrataram Filipe Luís ao Chelsea.

A oferta dos azuis e brancos surgiu no seguimento do Atlético de Madrid preferir a transferência de Óliver a título definitivo, pois Diego Simeone, treinador dos colchoneros, entende que o espanhol não encaixa no seu sistema de jogo e o jogador também termina o contrato dentro de dois anos, pelo que no final desta temporada o seu passe poderá desvalorizar.
Inicialmente os azuis e brancos estavam mais interessados em avançar com um pedido de empréstimo, tal como há duas temporadas, mas também parecem agora dispostos a fazer um esforço para garantir em definitivo o reforço pedido pelo treinador Nuno Espírito Santo.

Segundo a imprensa espanhola, o Atlético de Madrid exige uma verba na ordem dos 18 milhões de euros para a saída do médio criativo, ainda que a SAD portista acredite que os espanhóis ainda possam baixar as suas exigências, ou aceitar a inclusão de um outro jogador nas negociações.
Para já os moldes do negócio estão ainda por acertar, sendo que também não está totalmente colocada de parte a possibilidade de regressar à Invicta por empréstimo, caso o Atlético não consiga outra saída para Oliver até fim do mês.

O FC Porto conta também com a vontade do futebolista, que depois de ficar a saber do interesse da equipa portuguesa até já recusou duas ofertas do futebol inglês, concretamente do Middlesbrough e do Watford. Óliver tem feito pressão para que o Atlético de Madrid aceite a sua transferência para o campeonato português e terá mesmo falado com o treinador Diego Simeone sobre esta situação, segundo relatos de órgãos de comunicação da capital espanhola.

Outro aspeto que ainda está por solucionar é o salário a auferir por Óliver, na ordem dos 5 milhões de euros anuais. Para regressar a Portugal terá de baixar essa quantia, ou chegar a um entendimento com o Atlético de Madrid para que os colchoneros paguem o remanescente da oferta portista, como aconteceu com Casillas e o Real Madrid.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG