FC Porto a um ponto dos líderes da Liga

O FC Porto venceu hoje o "lanterna vermelha" Vitória de Setúbal, por 2-0, no Dragão, e colocou-se a um ponto de Sporting de Braga e Benfica, líderes da Liga de futebol, a uma semana do "clássico" da Luz.

Com golos de Farías e Varela, a formação portista foi a única das primeiras classificadas da Liga portuguesa de futebol que conseguiu somar três pontos na 13.ª jornada, aziaga para Sporting de Braga, Benfica, Nacional, Marítimo e Sporting.   

O FC Porto surgiu frente aos sadinos com cinco alterações no "onze" inicial em relação ao jogo de Madrid, com Sapunaru, Rolando, Belluschi, Varela e Farias nos lugares de Álvaro Pereira, Maicon, Valeri, Rodriguez e Falcao.

Álvaro Pereira, que corria o risco de falhar o próximo jogo com o Benfica se visse um cartão amarelo, nem sequer foi convocado pelo treinador Jesualdo Ferreira, tal como Maicon, por lesão, e Valeri, com gripe.

A gestão do plantel levada a efeito por Jesualdo Ferreira, perante a proximidade do jogo com o Benfica - cuja expectativa já fez esgotar os 3000 bilhetes destinados aos adeptos do FC Porto -, deixou ainda no "banco" Falcao e Rodriguez.

O FC Porto começou bem o jogo, instalou-se no meio campo do Vitória e dispôs da primeira situação de perigo por Belluschi, aos 7 minutos, na marcação de um livre que foi embater no ângulo formado pela trave e poste.

A pressão constante dos portistas não permitia ao Vitória de Setúbal sair a jogar e aos 17 minutos foi a vez de Raul Meireles atirar à trave e provocar novo calafrio ao guarda-redes Mário Felgueiras.

O golo que já de adivinhava desde praticamente o inicio do jogo acabou por surgir por Ernesto Farias, aos 23 minutos, que rematou à meia-volta, após ganhar nas alturas um centro de Fucile.

Ainda os ecos do primeiro golo portista se faziam ouvir no Estádio do Dragão quando Silvestre Varela aumentou a vantagem para 2-0, aos 26 minutos, com um pontapé forte na sequência de um alívio após canto.

Dois golos de rajada deram aos portistas uma tranquila vantagem no marcador, que lhes permitiu abrandar o ritmo e deixar o Vitória de Setúbal "respirar" um pouco e subir ligeiramente no terreno.

Os tímidos e inofensivos ataques sadinos, entre os quais se destaca a incursão de Keita, aos 44 minutos, praticamente morriam na defensiva portista e não chegavam a importunar o descansado guarda-redes Helton.

Um "pacto" de não agressão marcou o inicio da segunda parte em que as excepções foram uma jogada individual de Hulk, aos 50 minutos, e uma intromissão de Rui Fonte entre os centrais do FC Porto, aos 58, resolvida por Rolando.

O FC Porto impôs um ritmo pausado ao jogo, com muita troca de bola, mas com pouca profundidade, sem contudo deixar de procurar o golo, o que aconteceu por Hulk, aos 60 minutos, Belluschi, aos 65, e Rolando, aos 65.

Com o encontro a correr para o seu termo de feição para o FC Porto, Jesualdo Ferreira poupou alguns jogadores, substituindo Fucile (68), Raul Meireles (75) e Hulk (80), respectivamente por Rodriguez, Guarin e Mariano.

Com os três pontos conquistados frente aos sadinos, e perante o empate dos encarnados em Olhão, o FC Porto surge na próxima semana no "clássico" da Luz apenas a um ponto de distância do Benfica.

Ficha do jogo:

Jogo no Estádio do Dragão.

FC Porto -- Vitória de Setúbal, 2-0.

Ao intervalo: 2-0.

Marcadores:

1-0, Farias, 23 minutos.

2-0, Varela, 26.

Equipas:

- FC Porto: Helton, Sapunaru, Rolando, Bruno Alves, Fucile (Rodriguez, 68), Fernando, Belluschi, Raul Meireles (Guarin, 75), Varela, Hulk (Mariano, 80) e Farias.

(Suplentes: Beto, Guarin, Falcao, Rodriguez, Mariano, Nuno André Coelho e Miguel Lopes).

- Vitória de Setúbal: Mário Felgueiras, Collin, Zoro (Ivo Pinto, 85), Zarabi, Ruben Lima, Sandro, Djikiné, Luis Carlos (Rui Fonte, 55), Álvaro Fernandez, Alan (Regula, 48) e Keita.

(Suplentes: Nuno Santos, Paulo Regula, Lourenço, Bruno Monteiro, Rui Fonte, Ivo Pinto e Bruno Lourenço).

Árbitro: Pedro Henriques (Lisboa).

Acção disciplinar: cartão amarelo para Ruben Lima (26) e Zoro (36).

Assistência: cerca de 31 000 espectadores.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG