Dragões lembram golo de Kelvin... e adeptos não gostam

FC Porto assinalou um ano desde o célebre golo de Kelvin, mas provocou revolta entre adeptos portistas, que lembram que "do passado vivem os museus".

Foi há um ano, a 11 de maio de 2013, que Kelvin, nos "descontos" do FC Porto-Benfica da penúltima jornada, "virou" a I Liga 2012/13, lançando os dragões para um tricampeonato que parecia perdido. O clube portista fez questão de recordar esse momento.

"Impossível não lembrar, mesmo para aqueles que o querem esquecer... Há um ano foi assim, com o mesmo resultado de ontem (2-1) a produzir efeitos diferentes: libertador na musicalidade explosiva de um estádio subitamente em êxtase e esmagador na imagem de um treinador de joelhos, derrotado e rendido. Kelvin resolvia o jogo e a atribuição do título. E sim, Kelvin também jogava na equipa B...", descreve o FC Porto, sua página oficial no Facebook.

No entanto, a esmagadora maioria dos adeptos do FC Porto não pareceu ter ficado satisfeita com esta recordação, um dia depois de um triunfo "cinzento" por 2-1, sobre um Benfica de segunda linha, no encerramento de uma época 2013/14 para esquecer.

"Do passado vivem os museus", lembra um utilizador da rede social, citando Pinto da Costa, enquanto outro adepto acusa o clube de "tapar o sol com a peneira". Outro lembra que Kelvin "raramente jogou esta época", um dia depois de Juan Quintero ter publicado uma foto que também não deixou muitos portistas particularmente entusiasmados.

Exclusivos

Premium

Livro

Antes delas... ninguém: mulheres que desafiaram o domínio masculino

As Primeiras - Pioneiras Portuguesas num Mundo de Homens é o livro com as biografias de 59 mulheres que se atreveram a entrar nas profissões só de homens. O DN desvenda-lhe aqui oito dessas histórias, da barrista Rosa Ramalho à calceteira Lurdes Baptista ou às 'Seis Marias' enfermeiras-paraqueditas, entre outras