Conselho de Disciplina instaura processo de inquérito ao Estoril-FC Porto

Denúncia anónima deu conta de um pagamento do FC Porto ao Estoril, dias antes de se jogar a segunda parte do jogo.

O Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol instaurou um processo de inquérito, na sequência da denúncia anónima, feita à Procuradoria Geral da República, por alegada corrupção no Estoril-FC Porto.

"O processo foi enviado hoje à Comissão de Instrutores da Liga Portuguesa de Futebol Profisional, mantendo-se em segredo até ao fim da instrução", informou esta terça-feira o CD.

O jogo tinha sido supenso no dia 15 de janeiro, por motivos de segurança, e foi retomado no dia 21 de fevereiro, com os dragões a virar o resultado (1-0) para 1-3.

Dias depois foi feita uma denúncia sobre um pagamento dos portistas aos canarinhos, no valor de 784 mil euros. Tanto o Estoril como o FC Porto repudiaram a notícia, mas os dragões confirmaram o pagamento e justificaram que se tratou de uma acerto de contas entre as duas entidades, relativas a transferências de jogadores, como Carlos Eduardo ou Licá.

Exclusivos