Torre de Belém iluminada com as cores da bandeira nacional

Também os Paços do Concelho estão iluminados com as cores da bandeira. Iniciativa repete-se amanhã

A Torre de Belém, um dos mais monumentos mais icónicos de Lisboa, estará iluminada com as cores da bandeira nacional nas noites de hoje e terça-feira, em homenagem à conquista do campeonato europeu pela seleção portuguesa de futebol.

Também os Paços do Concelho estão iluminados com as cores da bandeira nacional, apontou o gabinete de comunicação da Câmara Municipal de Lisboa.

A Câmara associa-se assim aos festejos um pouco por todo o país e "prolonga a saudação aos jogadores da seleção mantendo a fachada do edifício dos Paços do Concelho de Lisboa iluminada, com as cores da Bandeira Nacional, até às 02:00 desta madrugada", informou a mesma fonte em nota enviada à Lusa.

"De forma a prestar homenagem à equipa da seleção nacional que conquistou ontem, dia 10 de julho, o título de campeões europeus 2016 em Paris, França, e à grande vitória alcançada, a Torre de Belém, em Lisboa terá, durante o dia de hoje e de amanhã, as cores da bandeira nacional projetadas", anunciou hoje o Turismo de Lisboa.

O monumento ficará "vestido' de verde, vermelho e amarelo entre as 21:00 de hoje e as 02:00 de terça-feira, um horário que se repete na noite de terça para quarta-feira, precisou o Turismo de Lisboa à Lusa.

A Torre de Belém "junta-se assim, numa singela homenagem aos jogadores e a toda a equipa técnica que, num gesto de humildade, trabalho de equipa e muita dedicação, trouxeram o tão desejado título para Portugal pela primeira vez, numa vitória histórica".

Para o Turismo de Lisboa, este gesto pretende espelhar o "orgulho, alegria, emoção e um enorme agradecimento pelo título conquistado e pela alegria que deram" aos portugueses no país e espalhados pelo mundo.

Portugal sagrou-se no domingo campeão da Europa de futebol pela primeira vez na História, ao bater na final a anfitriã França por 1-0, após prolongamento, em encontro disputado no Stade de France, em Paris, com um golo do suplente Éder, aos 109 minutos.

Exclusivos