Engenheiro quer defender o título europeu e fica até 2020

Fernando Santos renovou contrato com a Federação por mais quatro anos. Se cumprir o acordo até ao fim será o segundo selecionador com mais anos consecutivos na seleção

Fernando Santos renovou contrato com a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) e vai ficar como selecionador até 2020. O técnico que liderou Portugal na conquista do Euro2016, em França, dando o primeiro título à seleção nacional, assinou por mais quatro anos.

O estatuto de campeão europeu ajudou Fernando Gomes, presidente da FPF, a oferecer ao engenheiro um contrato do tamanho do seu mandato, para que juntos tratem do Mundial2018 e da renovação da equipa para o Euro2020.

Ficando mais quatro anos, Santos cumpre seis anos no banco nacional (entrou em 2014) e pode passar a ser o segundo selecionador com mais anos no comando de Portugal de forma ininterrupta, batendo Scolari (2003 a 2008) e Paulo Bento (2010 a 2014). Cândido de Oliveira teve várias passagens pela seleção e a mais longa durou dez anos, entre 1935 e 1945, embora em circunstâncias bem diferentes - apanhou uma Guerra Mundial pelo meio que adiou muitas provas de seleções.

Fernando Santos foi para o Euro2016 com a fé na conquista do título a 10 de julho, dez dias depois de terminar o vínculo que o ligava à Federação. Tal como o DN noticiou na altura, o selecionador e o presidente da Federação tinham um acordo verbal e de amigos que tranquilizou ambos durante o Campeonato da Europa. Esse acordo era a renovação até 2020, ontem oficializado e que será explicado amanhã, numa conferência de imprensa na Cidade do Futebol.

O selecionador terá assim a oportunidade de defender o título europeu, ganho este mês, no próximo europeu (que será jogado em várias cidades europeias, daqui a quatro anos), podendo então tentar repetir o feito do espanhol Del Bosque (campeão em 2012, voltou em 2016).

Antes disso defenderá as cores nacionais na Taça das Confederações, em 2017 e tentará fazer o mesmo no Mundial 2018, ambos na Rússia. Depois de levar a Grécia ao Mundial 2014, o treinador português vai agora tentar fazer o mesmo com Portugal.

Substituiu Paulo Bento em 2014

Nascido a 10 de outubro de 1954, em Lisboa, Santos levou Portugal ao primeiro título europeu da história, depois de um percurso de um ano e nove meses sem derrotas em jogos oficiais e algumas vitórias históricas. Em 14 encontros, o engenheiro venceu 10, dois deles após prolongamento (um deles na final do Euro2016, frente a França) e empatou quatro (três no Europeu).

Santos venceu os sete encontros da qualificação após suceder a Paulo Bento, que perdera o primeiro (Albânia). Depois, em em França, foi campeão com mais três triunfos e quatro empates. No total dos 26 jogos, incluindo particulares, foram seis as derrotas e duas delas com os gauleses, em dois "amigáveis"

Os outros desaires aconteceram perante Cabo Verde, com uma equipa de reservas, Bulgária, Rússia e Inglaterra. Mesmo assim, em particulares, o selecionador não tem um registo negativo, pois soma as mesmas seis vitórias. Duas delas históricas: uma frente a Itália, 39 anos depois (1-0, golo de Éder); e outra contra a Argentina, 42 anos depois do último triunfo português (1-0, golo de Raphael Guerreiro).

No Euro2016, Portugal empatou os três encontros da fase de grupos, perante Islândia (1-1), Áustria (0-0) e Hungria (3-3), mas passou como um dos quatro melhores terceiros. Depois bateu a Croácia (1-0, golo de Quaresma aos 117 minutos), superou a Polónia nos penáltis (5-3, após 1-1 nos 120 minutos) e o País de Gales (2-0), antes de abater a anfitriã (1-0), com um golo do "patinho feio" Éder no prolongamento.

O autor do golo que deu o título a Portugal já tinha deixado rasgados elogios ao selecionador: "Fernando Santos foi enorme. Desde o início que nos passou a mensagem de que tínhamos capacidade para ganhar a prova. Ainda na qualificação ele disse-nos: quero estar na fase final e quero ganhá-la. Foi por isso, entre outras coisas, que ele escreveu em letras grandes no balneário: GANHAR O EURO."

E agora o que vai o "mister", que também foi muito elogiado pelo capitão Cristiano Ronaldo nas redes sociais, escrever no quadro quando começar o apuramento para o Mundial2018?

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG