David Carmo no FC Porto, Rochinha no Sporting e Ricardo Horta... no Sp. Braga

Foi um dia agitado no mercado nacional, com os três grandes a apostar em reforços portugueses e negócios internos. O FC Porto chegou a acordo com o Sp. Braga para a contratação do defesa central David Carmo, por valores históricos. Ricardo Horta apresentou-se em Braga e está cada vez mais longe do Benfica. E o Sporting vai contratar o vimaranense Rochinha.

David Carmo vai ser reforço do FC Porto, num negócio que superará os 20 milhões de euros (verba extra, por objetivos está a ser negociada e pode ser de 2, 5 milhões) e será histórico por ser a transferência mais alta de sempre entre clubes portugueses. O valor assume ainda mais importância pelo facto de ser um defesa e superar os valores de Paulinho (16 milhões por 70%) e Rafa (16, 4 milhões), por exemplo.

Sérgio Conceição vê assim satisfeito o desejo de ter um defesa central de topo para substituir Mbemba, que acabou contrato e deixou o clube portista depois de ser campeão nacional e vencer a Taça de Portugal por duas vezes cada. A contratação do jogador arsenalista, que ontem se apresentou em Braga para iniciar a nova época sob as ordens de Artur Jorge, pode ser histórica pelo valor envolvido.

David Carmo será o primeiro reforço do campeão nacional, que tem estado mais vendedor que comprador. Os dragões venderam o passe de Fábio Vieira ao Arsenal (35 milhões de euros, num negócio que pode chegar aos 40 milhões) e o de Vitinha ao PSG (41, 5 milhões). O que significa que o treinador do FC Porto ainda espera por dois médios para substituir a dupla portuguesa que ajudou a equipa a ser campeã na época passada. André Almeida (Vit. Guimarães) é o eleito para o lugar de Vitinha, mas o clube da Cidade Berço pede cinco milhões de euros pelo passe do médio que só tem mais um ano de contrato.

Reforços à parte, o campeão nacional é o mais representado na lista dos dez candidatos a melhor jogador da I Liga 2021-22. Vitinha, Luis Díaz (agora no Liverpool), Otávio e Taremi lutam com Sarabia (Sporting), Darwin (mudou-se do Benfica para Liverpool), Ricardo Horta (Sp. Braga) e os gilistas Pedrinho, Francisco Navarro e Samuel Lino (transferido para o At. Madrid). O vencedor será conhecido hoje no Centro de Congressos da Alfândega do Porto, numa cerimónia que servirá também para sortear o calendário da Liga 2022-23.

Sporting explica Palhinha no Fulham e contrata Rochinha

É mais um reforço experiente e conhecedor da I Liga para Rúben Amorim. Gorada a possibilidade de empréstimo de Samuel Lino (contratado pelo At. Madrid ao Gil Vicente), o Sporting chegou a acordo com o Vit. Guimarães para a contratação de Rochinha. O extremo vimaranense já não participou ontem no treino e deixou o estágio da equipa de Pepa para se deslocar a Lisboa, fazer exames médicos e assinar pelos leões. O clube de Alvalade vai pagar dois a três milhões de euros pelo passe do português de 27 anos, que dividiu a formação entre FC Porto, Boavista e Benfica e chega aos leões depois de quatro épocas no Vit. Guimarães.

Rochinha tem um contrato de quatro épocas à espera em Alvalade. Será o terceiro reforço leonino para 2022-23, depois de Morita (médio ex-Santa Clara) e St. Juste (central ex-Mainz). O guarda-redes Franco Israel pode ser o próximo. O uruguaio de 22 anos já está em Lisboa para assinar. O Sporting paga um milhão de euros à Juventus, que fica com 50% do passe do atleta.

Quem já saiu foi João Palhinha, ontem anunciado como reforço do Fulham. O Sporting explicou à CMVM que recebe 20 milhões de euros pelo passe do internacional português, podendo encaixar mais dois milhões em objetivos. Frederico Varandas acautelou ainda uma verba de uma futura venda (10%).

Palhinha - emocionou-se na hora de dizer adeus ao clube que o acolheu durante uma década, segundo um vídeo publicado nas redes sociais - vai embarcar na primeira aventura internacional aos 26 anos e o presidente do Fulham não podia estar mais contente. "João Palhinha foi um dos nossos principais alvos. Estamos entusiasmados. Escolheu o Fulham, mesmo com outros grandes clubes a pretenderem assegurar a sua contratação. Acreditamos que será um reforço valioso para fortalecer o plantel que vai competir na Premier League", disse Tony Khan.

Horta "feliz" em Braga e com Benfica cada vez mais longe

No meio de uma novela negocial entre o Benfica e o Sp. Braga, Ricardo Horta apresentou-se hoje no regresso aos trabalhos dos guerreiros. "Está a ser um bom regresso. Estou a adaptar-me às ideias do mister e à nova dinâmica do grupo, mas está a ser um bom dia. Está a ser um bom regresso e por isso estou feliz", disse ontem o avançado de 27 anos, revelando que acredita que os minhotos farão uma excelente época. Melhorar o quarto lugar da temporada passada é o objetivo para 2022-23, segundo o capitão dos guerreiros do Minho.

A contratação de Horta é a prioridade do Benfica, que tem 14 jogadores para colocar até ao dia 31 de agosto, incluindo os dois capitães Pizzi e André Almeida ou Taraabt e Seferovic, com quem Roger Schmidt não conta para a próxima época.

Quem também não entra nas cogitações do treinador alemão é o central Morato, que ontem foi colocado por alguma Imprensa como possível moeda de troca no negócio de Ricardo Horta, uma vez que o clube minhoto ia perder dois defesas centrais - Diogo Leite voltou ao FC Porto após empréstimo e David Carmo vai reforçar os dragões. Mas, segundo o DN apurou, o Sp. Braga, que na semana passada recebeu o francês Sikou Niakaté, por empréstimo do Guingamp, só está interessado em dinheiro e continua sem baixar a fasquia dos 20 milhões de euros. O negócio é complexo, uma vez que o passe do internacional português está dividido por várias partes, mas a palavra final é dos minhotos, que, na voz do presidente António Salvador, já criticaram a atuação dos encarnados.

Garantido está o defesa central João Victor do Corinthians - também interessava ao FC Porto - por cinco anos. O brasileiro deve despedir-se do Timão, na terça-feira, no jogo com o Boca Juniors, nos oitavos de final da Libertadores, e embarcar para Lisboa na quinta-feira, segundo a Imprensa brasileira. Custa 9, 5 milhões de euros.

isaura.almeida@dn.pt

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG