Danny Willett, o primeiro europeu a ganhar o Masters neste século

Inglês venceu o primeiro major da carreira. Favorito Jordan Spieth afundou-se na última volta

O inglês Danny Willett conquistou domingo o primeiro 'major' da sua carreira ao vencer o Masters de golfe, em Augusta, nos Estados Unidos, beneficiando da desastrosa última volta do norte-americano Jordan Spieth.

Willet iniciou a quarta e última ronda entre os quintos classificados, com mais três golpes do que o então líder Spieth, que defendia o título conquistado em 2015, e tornou-se no segundo inglês a conquistar o Masters, reeditando o feito de Nick Faldo, campeão em 1989, 1990 e 1996.

Para vencer o seu quarto torneio da carreira e o primeiro 'major', Willett, de 28 anos, cumpriu a quarta volta em 67 pancadas, cinco abaixo do par e menos seis do que Spieth, relegado para o segundo lugar, com o mesmo agregado de 286 goles do inglês Lee Westwood, a três do vencedor.

Spieth deitou por terra a hipótese de revalidar o título na Geórgia, no primeiro 'major' do ano, com os quatro 'bogey', nos buracos cinco, 10, 11 e 17, mas sobretudo com o quádruplo 'bogey' no 12, contra os 'birdies' no seis, oito, 13, 14 e 16 de Willett, protagonista durante o dia da melhor volta do torneio, que não tinha um vencedor europeu desde 1999, quando José María Olazabal vestiu a jaqueta verde.

O também inglês Paul Casey e os norte-americanos J.B. Holmes e Dustin Johnson dividiram o quarto lugar do torneio com 287 pancadas, depois de cumprirem a derradeira volta ao Augusta National em 67, 68 e 71 golpes.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG