Da KTM para a Ducati. O próximo destino de Miguel Oliveira parece estar à vista

Depois dos rumores, é cada vez mais certo que Miguel Oliveira não irá alinhar na KTM em 2023. O destino provável é a equipa italiana Gresini-Ducati, num dia em que o piloto português foi fotografado a entrar na boxe ao lado do diretor desportivo da Ducati.

A incerteza em torno do futuro de Miguel Oliveira no mundial de MotoGP parece estar com fim à vista. Segundo a SportTV e o site The Race, o próximo destino do piloto português é a Gresini-Ducati. Isto num dia em que, após os treinos do Grande Prémio da Catalunha, Miguel Oliveira foi fotografado com o pai (e empresário) e o diretor desportivo da Ducati, Paolo Ciabatti, a entrar na boxe da equipa italiana, que é, inclusive, patrocinada pela Oli, uma empresa portuguesa de equipamentos sanitários.

Depois de ser praticamente certo que o australiano Jack Miller, atualmente na Ducati, irá correr pela KTM em 2023, Miguel Oliveira passou a ter o seu lugar em risco para a próxima temporada. A meio da semana, surgiu a notícia de que a marca austríaca tinha sugerido ao piloto de 27 anos uma renovação de contrato, colocando-o na Tech3 (onde já esteve) - algo que foi recusado pelo almadense, reiterando que queria uma mota competitiva no próximo ano.

Perante este cenário, surgiram também rumores de que o seu próximo destino pudesse vir a ser a LCR, equipa satélite da Honda. No entanto, esta hipótese para estar posta de parte, com o lugar de Miguel Oliveira a parecer, cada vez mais, a Gresini, apesar de ainda nada ser oficial. A confirmar-se, esta alteração nas equipas pode significar a subida do italiano Enea Bastianini à equipa principal da Ducati, com Miguel Oliveira a fazer par com outro italiano, Fabio DiGiannantonio.

Ao que foi possível apurar, a confirmação do destino do português deverá chegar na quarta-feira, já depois do Grande Prémio da Catalunha, que decorre este fim de semana no circuito de Montemeló, nos arredores de Barcelona. Miguel Oliveira irá largar do 16.º lugar da grelha de partida, com a pole position a estar nas mãos de Aleix Espargaró (Aprillia).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG