Leixões e Nacional empatam-se e mantêm jejum de vitórias

Bebés do Mar e insulares prolongaram este domingo as respetivas séries sem vitórias ao empatarem 2-2 em jogo da 17.ª jornada da II Liga, disputado no Estádio do Mar, em Matosinhos

Belima abriu o marcador para o Leixões, a culminar uma jogada de contra-ataque aos 11 minutos, fixando o resultado ao intervalo, com Camacho a fazer o empate (71) e Bruno Lamas a repor a diferença, de penálti (76), antes de Vítor Gonçalves fazer o resultado final (85).

Sem ganhar há três jornadas, a equipa da casa mostrou as suas intenções no primeiro minuto, com Bruno Lamas, de fora da área, a tentar alvejar a baliza de Daniel, que, 10 minutos volvidos, foi incapaz de deter o remate de Belima, em arco, a entrar junto ao poste direito.

Muito combativo, mas com pouca qualidade na posse de bola, o Nacional criou perigo de livre direto, aos 20 minutos, por Christian, que fez a bola passar sobre a barra, situação que Ricardo explorou também num remate de muito longe que André Ferreira desviou com dificuldade da baliza (36).

Uma grande defesa de Daniel negou a Bruno Lamas o 2-0 (41), depois de Luís Silva ter recuperado a bola no meio-campo ofensivo, e assegurou a diferença mínima ao intervalo.

Com mais critério na posse de bola, a equipa insular dispôs de boas ocasiões para empatar. Numa delas, a um metro da baliza, Ricardo, de cabeça, falhou o alvo (69), mas pouco depois chegou mesmo ao golo, com assistência de Camacho (71).

Até então quase inofensivo, o Leixões recolocou-se a vencer num penálti marcado por Bruno Lamas a castigar derrube de Felipe a Kukula na área insular (76).

O empate voltou a surgir de bola parada, num livre direto cobrado por Vítor Gonçalves que fez a bola entrar junto ao ângulo inferior direito.

Jogo no Estádio do Mar, em Matosinhos.

Leixões - Nacional, 2-2.

Ao intervalo: 1-0.

Marcadores:

1-0, Belima, 11 minutos.

1-1, Camacho, 71.

2-1, Bruno Lamas, 76 (grande penalidade)

2-2, Vítor Gonçalves, 85.

Equipas:

- Leixões: André Ferreira, Jorge Silva, Jaime, Ricardo Alves, Belly, Stephen, Luís Silva, Bruno Lamas (Breitner, 81), Belima (Sancidino, 67), Evandro Brandão (Okitojandjo, 88) e Kukula.

(Suplentes: Yeerjieti, Derick, Amine, Bruno China, Breitner, Sancidino e Okitojandjo).

Treinador: João Henriques.

- Nacional: Daniel, Nuno Campos, Felipe, Diogo, Mauro, Christian, Vítor Gonçalves, Jota (Murilo, 65), Diogo Barcelos (Witi, 90+4), Camacho (Valkenedy, 90+4) e Ricardo.

(Suplentes: Framelin, Witi, Murilo Vanilson, Valkenedy, Júlio César e Elizio).

Treinador: Costinha.

Árbitro: Sérgio Piscarreta (AF Algarve).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Nuno Campos (08), Camacho (12), Jorge Silva (17), Ricardo e Evandro Brandão (26), Felipe (33) e Sancidino (79).

Assistência: cerca de 600 espetadores.

Exclusivos