Kuca relança Arouca e trava Vitória de Setúbal

Dois golos do cabo-verdiano permitiram ao Arouca bater o Vitória de Setúbal, por 2-1

Kuka recolocou hoje o Arouca na rota vitoriosa, após dois jogos sem vencer, ao marcar os golos do triunfo caseiro sobre o Vitória de Setúbal, por 2-1, em jogo da 20.ª jornada.

Edinho, de grande penalidade, ainda reduziu, antes do intervalo, mas os sadinos não conseguiram dar seguimento ao surpreendente êxito da ronda anterior, em que bateram o Benfica, tricampeão nacional.

Depois da derrota caseira com o Boavista e do empate com o Nacional, a equipa de Lito Vidigal voltou a vencer. O jogo começou com o Arouca a pressionar e logo aos 10 minutos, Tomané teve um golo invalidado por fora de jogo.

O golo chegou aos 18 minutos, num remate de 'trivela', depois de Kuca levar a melhor sobre Arnold na disputa da bola, junto ao meio-campo. A equipa da casa aumenta a vantagem aos 36, de novo por através do avançado cabo-verdiano, de cabeça, a dar o melhor seguimento ao cruzamento de Mateus.

O Vitória assustou com um cabeceamento de Mikel ao lado da baliza, aos 13 minutos, e Vasco Fernandes rematou, aos 24, para defesa de Bolat, que se estreou com a camisola do Arouca, fazendo também o seu jogo de estreia na I Liga.

Os visitantes acabariam por chegar ao golo em cima do intervalo, de grande penalidade, convertida por Edinho.

Na segunda parte, o Vitória de Setúbal atacou mais e procurou igualar a partida, mas o Arouca posicionou-se bem defensivamente, impedindo situações de perigo.

José Couceiro mexeu na equipa e até promoveu a estreia de João Carvalho, jogador cedido pelo Benfica em janeiro, mas sem efeito. Nuno Santos, nos instantes finais, no centro da área, ainda rematou forte, mas Bolat segurou o esférico.

Depois da vitória sobre o Benfica, o Vitória de Setúbal perde com o Arouca, que soma 27 pontos e está mais perto da meta dos 30 pontos que teoricamente garantem a permanência na Liga, enquanto os sadinos seguem em sétimo, com 28.

Exclusivos