Cimolai abre a conta de vitórias da Lampre. Quintana mantém liderança

Volta à Catalunha termina este domingo. Circuito de Montjuic é o desafio final para Quintana e para os principais adversários à vitória: Alberto Contador, Richie Porte e Daniel Martin

O ciclista italiano Davide Cimolai ganhou hoje ao 'sprint' a sexta etapa da Volta à Catalunha e deu a primeira vitória da temporada à Lampre-Merida, numa prova que continua a ser liderada pelo colombiano Nairo Quintana (Movistar).

Na ligação entre Sant Joan Despi e Vilanova i la Geltru, de 197,2 quilómetros, chegou a crer-se que uma fuga poderia voltar a vingar (o holandês Poels da Sky vencera assim a etapa anterior), contudo o pelotão 'apanhou' o quarteto em fuga, já no último quilómetro.

O australiano Cameron Meyer (Dimension Data), o francês Rudy Molard (Cofidis), o checo Petr Vakoc (Etixx-Quick Step) e o holandês Bert-Jan Lindeman (Lotto--Jumbo) acabaram impedidos de disputar a vitória, quando os 'comboios' dos 'sprinters' se fizeram sentir.

Cimolai (Lampre-Merida) foi o mais forte, batendo o alemão Arndt Nikias (Giant-Alpecin) e o belga Van der Sande (Lotto Soudal), abrindo a contagem de triunfos para a equipa espanhola nesta temporada, na qual militam os irmãos portugueses Rui e Mário Costa (ambos em preparação para a Volta ao País Basco).

André Cardoso, único português em prova, cortou a meta no pelotão principal, em 45.º, com o mesmo tempo de Cimolai (4:35.13 horas). O luso da Cannondale manteve o 37.º posto na geral.

Nairo Quintana inicia a derradeira etapa da Volta à Catalunha, a disputar no domingo, em Barcelona, como líder e principal favorito. O colombiano exibiu confiança para os 136,4 quilómetros finais da prova, marcados por oito subidas de terceira categoria no circuito em Montjuic.

"O circuito de Montjuic é complicado, mas acredito que vou defender a liderança sem nenhum problema. Estamos preparados, a equipa conhece bem o percurso e sabemos que os rivais vão atacar", disse o colombiano no final da penúltima etapa, na qual manteve sete segundos de vantagem para o segundo, o espanhol Alberto Contador (Tinkoff).

O irlandês Daniel Martin (Etixx), vencedor da terceira etapa e líder por um dia, foi o único a mexer com a classificação, ao conquistar três segundos de bonificação, em 'sprint' intermédio, estando agora a apenas um segundo do australiano Richie Porte (BMC), terceiro classificado.

Exclusivos

Premium

Legionela

Maioria das vítimas quer "alguma justiça" e indemnização do Estado

Cinco anos depois do surto de legionela que matou 12 pessoas e infetou mais de 400, em Vila Franca de Xira, a maioria das vítimas reclama por indemnização. "Queremos que se faça alguma justiça, porque nunca será completa", defende a associação das vítimas, no dia em que começa a fase de instrução do processo, no tribunal de Loures, que contempla apenas 73 casos.