Bruno de Carvalho com processo disciplinar

Marta Soares tinha anunciada intenção de propor processo para afastar presidente

A Mesa da Assembleia Geral do Sporting Clube de Portugal já avançou com um processo disciplinar contra o presidente do clube, Bruno de Carvalho, tal como pedido por Jaime Marta Soares, segundo avança a SIC Notícias.

Fonte próxima do clube de Alvalade disse à estação de Carnaxide que a medida foi tomada pela Mesa da Assembleia antes desta avançar para a demissão em bloco, anunciada ao início da tarde.

Segundo Marta Soares, que foi uma das vozes que pediu para ser instaurado este processo disciplinar a Bruno de Carvalho, o objetivo é forçá-lo a demitir-se da presidência do clube.

"Apelo à direção, ao senhor presidente Bruno de Carvalho, que siga este nosso exemplo, que apresente a sua demissão, e do Conselho Diretivo, para que nós possamos, no cumprimento rigoroso e integral do estatuto, marcar uma Assembleia-Geral, ou seja, dar a palavra aos sócios, que são esses os principais sustentáculos e que são esses efetivamente aqueles que têm o direito de decidir o que é que querem para a vida do Sporting Clube de Portugal", disse Jaime Marta Soares, em declarações à agência Lusa.

Recorde-se que a Mesa da Assembleia se demitiu esta quinta-feira de manhã em bloco, tal como vários membros da instituição, incluindo o diretor do Conselho Fiscal.

Indicando que o Conselho Fiscal também se iria demitir, Marta Soares considera "absolutamente insustentável" o momento do clube: "Tentámos tudo o que estava ao nosso alcance estatutariamente para fazer com que as coisas se desenvolvessem com credibilidade, com respeitabilidade, com sentido daquilo que é a instituição Sporting Clube de Portugal. Não o conseguimos", lamentou o presidente demissionário da Mesa da Assembleia Geral (AG).

Marta Soares recordou que há cerca de um mês já tinha alertado Bruno de Carvalho de que os interesses do Sporting estavam acima de tudo e que estavam esgotadas as hipóteses de manutenção da atual presidência, sublinhando que chegou a hora de dizer basta.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG