Três adeptos do Benfica impedidos de entrar em estádios

Os adeptos foram punidos com multas entre os 750 e 1680 euros por distúrbios no Estádio AXA.

O Tribunal de Braga condenou três adeptos do Benfica a multas entre os 750 e os 1680 euros e proibiu-os de entrarem em recintos desportivos durante 16 meses, pelos desacatos provocados no Estádio Axa, em maio de 2011.

Segundo a sentença, a que a Lusa teve acesso, os três arguidos, membros da claque No Name Boys, ficam ainda obrigados a apresentar-se no órgão de polícia criminal da área da sua residência sempre que a equipa do Benfica intervenha em jogo de futebol oficial ou particular e durante o período de tempo estritamente necessário em que decorra o jogo.

Os factos remontam a 5 de maio de 2011, quando o Braga recebeu e venceu o Benfica por 1-0, um resultado que valeu o apuramento da equipa da casa para a final da Liga Europa.

No final, e segundo o tribunal, "ocorreu uma desordem de grandes proporções provocada pelos adeptos do Benfica", que, "numa conduta altamente agressiva", partiram cadeiras e as arremessaram contra os agentes da PSP e os assistentes de recinto desportivo que estavam nas bancadas para tentar evitar confrontos entre adeptos.

A polícia identificou os três arguidos, dois dos quais "com longo historial de factos ilícitos" tanto no exterior como no interior de estádios de futebol.

Os arguidos negaram a autoria dos factos, tendo mesmo um deles assegurado que não esteve no estádio do Braga naquele dia, mas o tribunal não deu credibilidade aos seus depoimentos.

Condenou-os pelo crime de arremesso de objetos, em multas de 750 euros para um, 1050 para outro e 1680 para o terceiro.

Como pena acessória, ficam proibidos de entrarem em recintos desportivos durante 16 meses.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG