Rui Vitória rejeita que visita ao Rio Ave seja decisiva

Técnico do bicampeão nacional não quis responder a Augusto Inácio, que tinha afirmado que o Benfica "não é um verdadeiro líder". "Não contem comigo para manipulação ou intriga", disse Vitória

O treinador do Benfica rejeitou este sábado a ideia de que a visita deste domingo ao reduto do Rio Ave seja decisiva para as contas do título nacional de futebol e frisou que "ainda há muito campeonato pela frente".

Rui Vitória, que fazia a antevisão da partida da 31.ª jornada da I Liga, lembrou que os 'encarnados' têm tido "jogos decisivos desde o início da época" e referiu que o encontro em Vila do Conde "será mais um e é a próxima final".

"Temos muito trabalho pela frente. Temos de nos dedicar a esta final e é isso que vamos fazer. Há ainda quatro jogos e, apesar de já não faltar muito tempo, ainda há muito campeonato pela frente. Não faço cenários de futurologia, até porque o futebol já nos ensinou que não podemos fazer cenários", disse, em conferência de imprensa.

Dessa forma, o técnico afirmou que o Benfica está "preparado para um jogo difícil", diante de um adversário "de qualidade e que está a lutar pela Europa".

"A equipa está preparada para um jogo difícil, como têm sido todos os jogos. Sabemos muito bem o que vamos encontrar e qual a nossa responsabilidade, mas acreditamos muito no que temos feito. Vamos defrontar um adversário com qualidade, que tem vindo a melhorar, com uma equipa com grande dose de experiência", salientou.

Por outro lado, Rui Vitória recusou comentar as afirmações do diretor de relações internacionais do Sporting, Augusto Inácio, que esta semana disse que o Benfica "não é um verdadeiro líder" e que "o Sporting deveria estar à frente do campeonato".

"Não tenho vontade de comentar. Não contem comigo para manipulações ou intrigas", adiantou, antes de desvalorizar igualmente as declarações de Jorge Jesus, que considerou que o Vitória de Setúbal poupou jogadores no último encontro com as 'águias': "Só sou pai de uma criança. Não tenho nada a ver com as outras equipas."

O treinador benfiquista frisou ainda que o central Luisão "é, foi e continuará a ser um jogador importantíssimo" para a formação da Luz, apesar de atualmente não ser aposta para o centro da defesa, que vem sendo ocupada por Lindelöf e Jardel.

Benfica, líder, com 76 pontos, e Rio Ave, sexto, com 46, jogam no domingo, a partir das 20:30, em Vila do Conde, numa partida que será dirigida pelo árbitro Artur Soares Dias, da Associação de Futebol do Porto.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG