Rui Costa reitera falta de condições em Alcochete

O director-desportivo do Benfica, Rui Costa, reiterou hoje a falta de condições da Academia de Alcochete do Sporting para jogos com a importância do de sábado, decisivo para a atribuição do título nacional de juniores em futebol.

"Lamento os incidentes. Ninguém queria, tanto de um lado como de outro, que aquilo acontecesse, mas Alcochete não teve condições para receber um jogo daqueles. É a evidência", afirmou o antigo internacional português, à margem da apresentação dos reforços seniores Shaffer e Patric, no Estádio da Luz.

O jogo Sporting-Benfica, da sexta e última jornada da fase final do campeonato nacional de juniores, foi interrompido por distúrbios entre adeptos dos dois clubes e não chegou ao fim devido aos incidentes, que obrigaram à actuação das forças de manutenção da ordem, terminando com dois feridos e danos materiais vários.

"Não critiquei os dirigentes do Sporting, com os quais falei no final. Agora, não faz sentido estar a tentar arranjar culpados e andarmos a responder uns aos outros. Temos todos que reflectir sobre o que aconteceu, que foi horrível", continuou.

O responsável pelo futebol "encarnado" adiantou ainda que outro dos reforços da equipa, o avançado argentino Saviola, se encontra a realizar exames médicos e "será apresentado amanhã (terça-feira), e ressalvou que "o plantel não está fechado para entradas nem saídas".

"O contrato do Nuno (Gomes) termina amanhã (terça-feira) e o Benfica tem intenções de prolongar para os anos que vêm. O assunto será resolvido hoje, porque é a vontade de ambas as partes", afirmou, referindo-se ao avançado e capitão das "águias".

Rui Costa admitiu que "é possível que chegue mais alguém e também é possível que saia alguém que tenha contrato neste momento com o Benfica", enquanto a situação do extremo espanhol Reyes, emprestado ao clube da Luz pelo Atletico Madrid, se encontra "pendente".

"As pessoas que gerem o clube não são loucas. Não se fariam investimentos sem que se pudesse cumprir essas obrigações", concluiu o também administrador da SAD "encarnada", rejeitando tratar-se de um "risco" nova aposta forte no reforço da equipa de futebol.

HPG/MYO.

Lusa

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG