Receitas globais do futebol do Benfica descem em 2013

O Benfica registou uma ligeira quebra em termos de receitas no futebol, no último ano, comparando os valores dos estudos anuais "Money Football League", da consultora Deloitte, que hoje divulga os números relativos a 2013.

Contabilizando todas as receitas, de bilheteira, televisivas e comerciais, o atual líder do campeonato português chegou aos 109,2 milhões de euros em 2013, quando no ano imediatamente anterior tinha 111,1 milhões, o seu máximo de sempre.

De qualquer forma, o Benfica é o único clube português presente no top-30 da listagem mundial da Deloitte, aparecendo na posição 26 do estudo que hoje é disponibilizado pela consultora.

Em 2010, o clube da Luz atingia o mesmo lugar e aproximava-se dos 100 milhões, registando 98,5 milhões de euros. Nos dois anos seguintes o total arrecadado em receitas subia, para 102,5 e 111,1 milhões, respetivamente, e as posições melhoravam, para 21.º e 22.º.

Apesar da ligeira quebra, o Benfica continua a ser, nestas contas, um dos poucos clubes que não é dos chamados "cinco grandes" campeonatos - Alemanha, Espanha, França, Inglaterra e Itália - a chegar ao top-30 mundial.

Melhor, só os turcos do Galatasaray e Fenerbahçe, em 16.º e 18.º, e os brasileiros do Corinthians, em 24.º.

O Real Madrid mantém-se como o clube com mais receitas, completando-se o "top-5" com FC Barcelona, Bayern de Munique, Manchester United e Paris Saint-Germain.

O clube "merengue" chega aos 518,9 milhões de euros e ocupa o lugar cimeiro pelo nono ano consecutivo, superando o recorde de oito "lideranças" que detinha em igualdade com o Manchester United.