Lima: "O lado financeiro pesou... tenho 32 anos"

O avançado brasileiro deixa o Benfica porque "há oportunidades que é preciso aproveitar"

Lima assumiu que as questões financeiras tiveram um peso muito grande na sua decisão de se mudar para o Al-Ahly dos Emirados Árabes Unidos. "Acredito que os adeptos entendem. O lado financeiro pesou, afinal tenho 32 anos. Há oportunidades que é preciso aproveitar, pois a carriera de um futebolista é curta", disse à BTV.

Na hora do adeus, o avançado brasileiro admite "uma certa tristeza" por dizer adeus ao Benfica, onde viveu "grandes momentos". "Fui apanhado de surpresa. Foi tudo muito rápido e tenho de agradecer ao presidente porque foi muito compreensivo, pois entendeu o meu lado", adiantou, lembrando que foi Luís Filipe Vieira que apostou nele "quando havia algumas dúvidas". "Acho que no campo retribuí toda a confiança que ele depositou em mim", assumiu.

Das três épocas de águia ao peito não vai esquecer "os golos e os dois títulos de campeão nacional". "Sempre quis deixar a minha marca num grande clube, como o Benfica. Os momentos que vivi... e as recordações daquela multidão no Marquês de Pombal, é insquecível", sublinhou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG