PSP deteve dois adeptos e proibiu quatro de entrar

A Polícia de Segurança Pública deteve hoje duas pessoas por posse de petardos e proibiu quatro adeptos de assistirem ao jogo Benfica-Porto, da I Liga de futebol, por excesso de álcool, disse à agência Lusa o comissário Rui Costa.

Num balanço do jogo que hoje decorreu no Estádio da Luz, em Lisboa, entre o Benfica e o Porto (2-0), o comissário Rui Costa, do Comando Metropolitano de Lisboa, adiantou que os dois detidos são adeptos do Benfica e tinham na sua posse engenhos pirotécnicos, vulgarmente designados por petardos.

O comissário avançou também que quatro adeptos foram proibidos de entrar no estádio por terem uma taxa de álcool no sangue superior a 1,20 gramas por litro, tendo sido o teste do álcool efetuado antes da entrada no campo de futebol.

Durante o jogo, a PSP identificou vários elementos das claques do Benfica e do FC Porto pelo lançamento de petardos, fumos e "very lights".

Rui Costa, que não quantificou o número de adeptos identificados, afirmou que alguns deles foram retirados do estádio antes do jogo de futebol acabar.

O comissário da PSP disse ainda que a Polícia acompanhou a claque do FC Porto "nos moldes habitais", não se tendo registado incidentes.

"Não houve alterações substanciais da ordem pública", acrescentou, indicando que os adeptos do FC Porto estavam, às 19:45, a entrar para os autocarros e carros particulares.

O Benfica venceu o FC Porto, por 2-0, em jogo da 15.ª jornada da I Liga de futebol.

Exclusivos