Paulo Fonseca vs. Rui Vitória. O último título do FC Porto passou por aqui

Paulo Fonseca e Rui Vitória defrontam-se hoje, num jogo importante para o técnico dos bicampeões, proibido de perder pontos em nome do sonho do tricampeonato. O treinador dos minhotos quer manter o terceiro lugar e a sua baliza a zeros, o que acontece há sete encontros nas provas internas

De um lado, Paulo Fonseca. Do outro, Rui Vitória. O duelo mais apetecível da 11.ª jornada da I Liga tem o condimento especial de voltar a pôr frente a frente dois dos mais credenciados elementos da nova vaga de treinadores portugueses. Entre Paços de Ferreira, o Minho e o banco de um dos grandes, os técnicos de Sp. Braga e Benfica têm vindo a percorrer caminhos muito parecidos. Quem os conhece bem diz que as semelhanças não se esgotam aí: são ambos especialistas na motivação do plantel, fundamentalistas da posse de bola e promotores de um futebol vincadamente ofensivo. Qual apresentará melhores argumentos para vencer o embate de amanhã?

A história parece dar vantagem a Paulo Fonseca. Em nove confrontos entre ambos, ao leme de equipas seniores, o timoneiro dos arsenalistas, de 44 anos, nunca foi derrotado. É uma espécie de "besta negra" para Rui Vitória. Tudo começou na época 2011-2012, quando o Aves de Paulo Fonseca eliminou (nos penáltis) o V. Guimarães de Rui Vitória da Taça de Portugal. Desde então, somou quatro vitórias sobre o atual treinador das águias - uma pelos pacenses, três já ao serviço do FC Porto - e ainda quatro empates, sempre enquanto Rui Vitória orientava os vimaranenses.

Leia mais na edição impressa ou no epaper do DN

Exclusivos