"Os erros de arbitragem estavam a ser frequentes"

Rui Vitória explicou as razões das críticas à arbitragem. Samaris e Ederson de regresso aos convocados.

Na antevisão à partida de sexta-feira com a Académica, no Estádio da Luz, Rui Vitória voltou a falar das arbitragens justificando a razão pela qual criticou algumas decisões recentemente. De acordo com o técnico os erros estavam a ser "frequentes" contra a equipa das águias.

"Inicialmente tínhamos a perspetiva de que eram casos esporádicos e também não o digo que não o são, mas pareceu-nos que estavam a ser frequentes e há que dizer aos árbitros quando erram. Eu disse apenas que estava a ser demais aquilo que estava a acontecer. Queremos que as leis sejam iguais para todos. São dados objetivos e alguns dos árbitros sabem que tenho uma visão proativa e de melhoramento da arbitragem", disse o técnico, colocando-se também ao lado da direção do Benfica nas participações disciplinares contra o Sporting. "Revejo-me em tudo o que é feito neste clube. Mas não é isso que me guia. O que me guia, são os dados factuais. Sou um agente desportivo que muito se interessa pelo futebol e por o desenvolver. Como já disse, há que dizer aos árbitros quando erram. Em relação ao resto, não posso falar muito. Foi dito pela administração do Benfica e está dito", disse, lançando depois o jogo de sexta-feira.

"É uma equipa que tem feito uma boa recuperação, não perde há alguns jogos e tenho a certeza que vai ser difícil, também porque a jogar contra o Benfica as equipas têm sempre uma motivação extra. Mas queremos dar uma vitória aos adeptos depois da vitória em Braga", referiu Rui Vitória, não querendo revelar se mexerá muito no onze que jogou em Braga.

Rui Vitória aproveitou também para brincar sobre o recente acordo com a NOS. "Acho que contribuímos para este acordo, porque falamos muito de nós, nós, nós. É um bom acordo, mas não sou responsável por fazer contas", disse, comentando depois o facto de Jorge Jesus, treinador do Sporting, o ter arrolado como testemunha no caso que o Benfica moveu contra o antigo técnico. "É para junho.... cá estaremos para ver. Vou ter de ir. Na Justiça não se pode recusar", concluiu .

Eis os convocados do Benfica: Júlio César, Ederson, Lisandro López, Jardel, André Almeida, Eliseu, Lindelöf, Cristante, Fejsa, Samaris, Talisca, Renato Sanches, Gaitán, Gonçalo Guedes, Nuno Santos, Pizzi, Carcela, Jonas, Mitroglou e Raúl Jiménez

Últimas notícias

Helena Freitas liderou a Unidade de Missão para a Valorização do Interior (UMVI), uma aposta pessoal do primeiro-ministro, António Costa, para coordenar o Programa Nacional de Coesão do Território (PNCT) e lançar bases sólidas para uma descentralização e reversão das desigualdades entre regiões do país. Mas a catedrática descobriu nos decisores políticos uma "inércia e incapacidade de concretizar brutais". Voltou, em junho passado, à universidade de Coimbra, onde é catedrática e assistiu nesta semana, com "perplexidade", ao caso do Infarmed.

Partilhar

Brand Story

Tui

Mais popular

  • no dn.pt
  • Desporto
Pub
Pub