Comitiva do Benfica recebida entre aplausos e apoio

Comitiva encarnada aterrou em Lisboa com cerca de duas horas de atraso. Várias dezenas de adeptos receberam os jogadores com aplausos e cânticos de apoio.

O Benfica chegou ao aeroporto de Figo Maduro, em Lisboa, às 15.15 locais, depois de o voo de regresso a Lisboa ter saído de Turim atrasado duas horas, devido a uma greve de controladores aéreos em Itália.

A saída de Turim, onde na quarta-feira o Benfica perdeu a final da Liga Europa contra o Sevilha (4-2, g.p.), estava inicialmente prevista para as 9.30 desta quinta-feira, mas só aconteceu já depois das 11.30.

Algumas dezenas de adeptos aguardaram a equipa e proporcionaram uma receção calorosa aos jogadores, com cânticos, aplausos e vestidos a rigor.

Nas imediações do Estádio da Luz, também várias dezenas de adeptos esperaram pelo "vermelhão", para aplaudir a equipa encarnada, que chegou à décima final europeia do seu historial, tendo perdido a oitava consecutiva.

"O campeão voltou" foi o cântico favorito da massa adepta, que já pensa na final da Taça de Portugal, agendada para as 17.15 de domingo, no Jamor, frente ao Rio Ave. O Benfica não conquista este troféu há dez anos.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.