Benfica conhece adversário esta sexta-feira

Rubin Kazan (Rússia), Trabzonspor (Turquia), Odense (Dinamarca), Zurique (Suíça) e Vaslui (Roménia) são os possíveis adversários do Benfica na terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões em futebol, com sorteio marcado para sexta-feira.

O conjunto "encarnado" é o número 1 dos cabeças-de-série, graças a um coeficiente de 81.319, numa lista de participantes nesta fase da prova em que o segundo melhor é o Dínamo de Kiev, com 60.776.

Os ucranianos estão, porém, fora do caminho do "onze" de Jorge Jesus, pois também são cabeças-de-série na "League Route" (equipas não campeãs), tal como Panathinaikos (Grécia), a formação comandada pelo português Jesualdo Ferreira, Twente (Holanda) e Standard Liège (Bélgica).

Estas quatro equipas podem, no entanto, vir a enfrentar o Benfica no "play-off", fase em que os vicecampeões nacionais serão, em caso de apuramento, cabeças-de-série.

Face a este estatuto, a equipa lusa já sabe que não defrontará Bayern Munique (Alemanha), Arsenal (Inglaterra), Lyon (França) e Villarreal (Espanha), podendo, por outro lado, ter como adversário a Udinese (Itália).

Quanto à terceira pré-eliminatória, que se vai jogar a 26 ou 27 de julho e 02 ou 03 de Agosto, o Rubin Kazan, participante na fase de grupos das duas últimas épocas, é, teoricamente, o oponente mais complicado.

Actual quarto colocado do campeonato russo, a sete pontos do líder CSKA de Moscovo (menos um jogo), após 16 jornadas, o Rubin Kazan conta no seu plantel com o defesa esquerdo argentino Cristian Ansaldi, alegado alvo do Benfica.

O Trabzonspor, que ficou em segundo no campeonato turco da época transacta, também não parece um adversário fácil, apesar de nunca ter estado na fase de grupos.

Pelo contrário, o Zurique e o Odense, vicecampeões suíço e dinamarquês, respetivamente, e o FC Vaslui, terceiro na Roménia em 2010/2011 e sem qualquer jogo na principal prova de clubes, não deverão, à partida, causar problemas.

A maior "dor de cabeça" dos "encarnados" parece, aliás, a sua própria equipa, face à chegada de múltiplos reforços e à ausência do quarteto defensivo que se projeta ser o titular no início da temporada.

O lateral direito Maxi Pereira e o central Luisão estão na Copa América, tal com o argentino Garay, que deverá chegar do Real Madrid, enquanto o substituto do agora "merengue" Fábio Coentrão na esquerda ainda não foi, sequer, contratado.

Será, assim, e em princípio, com uma defesa de recurso que o Benfica enfrentará a terceira pré-eliminatória, podendo, depois, apresentar-se já melhor preparado no "play-off", a 16 ou 17 de Agosto e 23 ou 24 do mesmo mês.

Ler mais