Ex-empresário exige 1,6 milhões a Gonçalo Guedes

Alega que jogador do Benfica rescindiu o contrato sem justa causa

Paulo Rodrigues, agente de futebol, exige o pagamento de 1,6 milhões de euros a Gonçalo Guedes, jovem avançado do Benfica que esta temporada já se estreou na equipa principal. O representante FIFA alega que o jovem rescindiu contrato sem justa causa, acusando-o de falta de carácter.

"O contrato foi rescindido sem justa causa. Paguei para ele jogar no Benfica e, quando nada fazia prever, muda de empresário. Ajudei-o ainda a comprar comida e roupa quando a família estava falida e agora faz isto, o que só mostra falta de humildade e caráter", disse o ex-empresário em declarações à Rádio TSF.

Refira-se que Gonçalo Guedes é agora representado por Jorge Mendes e a Gestifute, empresa que trabalha, entre outros, com Cristiano Ronaldo.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG