Empresário ligado ao negocio de Júlio César está no Brasil

O empresário João Cristo, que está ligado ao negócio da transferência de Júlio César para o Benfica, encontra-se há três anos no Brasil.

Na semana passada, quando a Policia Judiciária realizou uma busca à sua casa na Quinta da Marinha, em Cascais, apenas encontrou a sua ex-mulher e o sogro. Nesta segunda-feira, o advogado de Jorge Jesus vai ser ouvido na Unidade Nacional contra a Corrupção.

João Cristo foi, recorde-se, em 2009 o pivô financeiro do negocio que levou o guarda-redes do Belenenses para a Luz. Este empresário assumiu a gerência de uma empresa ligada ao advogado Luís Miguel Henrique, passando esta a deter o passe de Júlio César. Posteriormente, o guarda-redes foi vendido para a Luz, por cerca de um milhão de euros, quando Jorge Jesus assumiu a liderança dos encarnados.

Tal como o DN já adiantou, a Policia Judiciária está a tentar encaixar um puzzle de movimentos financeiros, que passaram por contas offshore, para perceber quem, no final contas, ficou com 500 mil euros.

Leia mais pormenores no e-paper do DN.