E-mails de Pedro Guerra divulgados na net. Comentador diz que são falsos

Alegado conteúdo da caixa de correio do ex-diretor de conteúdos da Benfica TV foi despejado na Internet, mas comentador negou a veracidade e lamenta falta de funcionamento da justiça portuguesa

Os nomes de Nuno Cabral (ex-delegado da Liga), Adão Mendes (ex-árbitro da AF Braga), Carlos Deus Pereira (ex-presidente da Assembleia Geral da Liga), Horácio Piriquito (ex-vogal da Federação Portuguesa de Futebol) ou Carlos Janela (gestor desportivo) surgem com frequência entre os alegados e-mails trocados por Pedro Guerra, cujos conteúdos teriam sido despejados numa rede social, num ficheiro de 6 GB com cinco mil mensagens.

Em causa estariam trocas que incluem números de telemóvel e informações do foro íntimo dos árbitros, pedidos de favores e notas sobre como os comentadores afetos ao Benfica deveriam intervir nos programas em que participam.

Contudo, o antigo diretor negou a veracidade dos e-mails durante o programa no qual é comentador, na TVI24. "Isto é falso. Foram divulgados vários e-mails que eu terei alegadamente trocado. Já vi alguns que não são verdadeiros. Queria aqui dizer que tenho vergonha do estado de direito em Portugal que vivemos. Se um cidadão está obviamente exposto desta forma e se a justiça não funciona, eu pergunto o que pode acontecer a qualquer um de nós. Sou um mero comentador de televisão", referiu.

Exclusivos