É oficial: Benfica confirma renovação de Júlio César

O guarda-redes brasileiro assinou esta quarta-feira um contrato válido por mais duas épocas

O Benfica anunciou esta quarta-feira que renovou o contrato com o guarda-redes Julio César. O internacional brasileiro, de 36 anos, assinou até 2017/18.

"Nestes dois anos vou fazer o que tenho feito. Vou ser o mais profissional possível, fazer o máximo nos treinos e jogos. Vou pensar temporada a temporada, sem pensar muito no final da carreira", afrmou à BTV, acrescentando que a sua mudança para o Benfica foi "uma aposta ganha". "O Benfica foi a aposta certa e a renovação é a prova disso", sublinhou.

A lesão um dia antes do jogo com o Sporting, em Alvalade, foi "um dia difícil". "Fiz tudo para estar nesse jogo, pois sabia que iamos ganhar, mas infelizmente não consegui. O Ederson entrou muito bem, fez uma grande partida e um grande resto de campeonato", acrescentou.

"Vou brigar com o Ederson pela titularidade, mas o mais importante é continuar com o respeito que temos uns pelos outros. Esta competitividade dá ainda mais motivação e temos de pensar que estamos a representar um dos melhores clubes do mundo. Será uma dor de cabeça para o Rui Vitória", assumiu Júlio César, deixando a garantia de que que irá "respeitar sempre a escolha do treinador".

"Não me sinto referência do clube. Tinha um bom histórico de títulos, mas cada título é como se fosse o primeiro", sublinhou, garantindo que estes dois anos de Benfica foram "maravilhosos". "Os adeptos vão querer ganhar todos os anos e quero que o Benfica seja tetra e depois pentacampeão", disse, garantindo que há outros dois troféus que quer ganhar: "A Supertaça já em agosto e a Taça de Portugal, que é um troféu lindo e dizem que é um dia especial."

"O staff técnico está de parabéns porque substituiu o anterior e permitiu assimilar rapidamente as ideias do Rui Vitória, mas a cobrança vai aumentar", acrescentou, deixando a certeza que os benfiquistas 'podem esperar "um grupo com ambição, que acredita muito em si próprio e que segue sempre a mesma direção, algo que é difícil num grupo de futebol".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG