"Benfica vai ser bicampeão"

Técnico encarnado diz que "a equipa sabe o seu valor". Sobre o reforço Salvio, "é rápido e dá mais opções à direita".

O treinador do Benfica revelou esta sexta-feira estar confiante em alcançar um bom resultado no sábado em casa do Nacional, jogo da segunda jornada da Liga de futebol, desejando ainda que este possa marcar o arranque para o bicampeonato.
"Temos uma deslocação difícil, como são todas. No entanto, na Madeira, os jogos tornam-se complicados, até pelo valor do Nacional", disse Jorge Jesus, em declarações à BenficaTV.
Na antevisão ao encontro com os insulares, o técnico "encarnado" aproveitou para manifestar a sua convicção de que o Benfica conquistará o bicampeonato, realçando: "A equipa do Benfica sabe o seu valor e sabe que vai ser bicampeã. Mas isso é aquilo que eu penso".
Para atacar o jogo com a equipa madeirense, Jesus já deverá contar com os lesionados Gaitan e Luisão, enquanto o avançado Kardec continuará fora das contas do técnico.
"O Gaitan foi um problema maior, porque era um jogador muito importante face ao modelo de jogo. O Kardec é uma pena, porque tinha feito uma boa pré-época, mas continuará de fora", disse Jesus, referindo-se ainda ao novo reforço, o argentino Eduardo Sálvio, que classificou de "rápido e bom fisicamente".
"Ele vem adaptar-se a uma forma diferente de jogar. A forma de jogar do Benfica não tem nada a ver com o Atlético. Ele trará a garantia de que o flanco direito terá mais opções", frisou.
Em relação a um arranque menos positivo de época, Jesus disse que o campeonato começou um pouco diferente, justificando que "várias situações impediram o grupo de estar tão forte".
"No entanto, temos muito valor e vamos trabalhar para não perder pontos com o Nacional, que é muito importante", disse Jesus, adiantando que a equipa não ficou abalada com a derrota caseira diante da Académica.
Jorge Jesus não espera um Nacional muito diferente daquele que perdeu na temporada passada na Choupana com os "encarnados" por 1-0, mesmo depois de ter mudado de treinador e de contar com alguns jogadores novos no plantel.
"Tem alguns jogadores novos, mas não vai ser muito diferente. Será diferente do primeiro jogo deste campeonato (Nacional venceu em Vila do Conde por 1-0), mas não será diferente das outras três ocasiões em que o defrontámos no ano passado, até mesmo contra este treinador", disse Jesus.
O técnico disse que face à derrota com a Académica torna-se fundamental ao Benfica não perder pontos, embora alerte que o campeonato ainda está no início.
"Temos muitas jornadas para elevar os níveis técnico-tácticos e colocá-los iguais aos do ano passado", sublinhou.
O Benfica, 11.º classificado sem pontos, defronta o Nacional, terceiro com três, pelas 21:15 de sábado, no Estádio da Madeira, na Choupana, em encontro que será dirigido pelo lisboeta Pedro Proença.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG