Benfica intima quem descarregou emails

O clube da Luz está a notificar pessoas e empresas que terão acedido aos emails privados de dirigentes benfiquistas que estiveram disponíveis online

As pessoas ou as empresas em que estas trabalham estão a ser notificadas pelo Benfica por alegadamente terem descarregado os emails de dirigentes do clube que estiveram disponíveis na Internet, avança hoje o Jornal de Notícias. De acordo com esta publicação, o clube está a enviar cartas a alertar para a prática de crimes.

Segundo o JN, a carta é assinada pelo secretário-geral João Salgado e diz que o clube está a ser vítima de devassa da vida privada e violação de correspondência e avisa as empresas para a "prática de crimes por funcionário". O jornal, que teve acesso a uma destas cartas, diz que estas nomeiam o funcionário em causa, indicam o endereço de correio eletrónico do mesmo e avisam que a empresa partilha a responsabilidade criminal. Nestas cartas o Benfica pede a abertura de processos disciplinares aos funcionários e exige a destruição da informação acedida.

Finalmente, diz o JN, o Benfica dá um prazo de 10 dias para que a situação decorra como pede.

O Benfica não respondeu às questões do JN sobre esta situação.

Em causa estão emails alegadamente de Pedro Guerra, ex-diretor de conteúdos da Benfica TV, e de Paulo Gonçalves, assessor jurídico da SAD benfiquista, que estiveram disponíveis na Internet.

Exclusivos

Premium

Legionela

Maioria das vítimas quer "alguma justiça" e indemnização do Estado

Cinco anos depois do surto de legionela que matou 12 pessoas e infetou mais de 400, em Vila Franca de Xira, a maioria das vítimas reclama por indemnização. "Queremos que se faça alguma justiça, porque nunca será completa", defende a associação das vítimas, no dia em que começa a fase de instrução do processo, no tribunal de Loures, que contempla apenas 73 casos.