Benfica cimenta liderança com golo de Luisão

O Benfica está cada vez mais perto do título nacional de futebol, depois de, este sábado, ter batido o Sp. Braga, por 1-0 (golo de Luisão). Agora, as águias têm seis pontos de avanço sobre os minhotos, segundos classificados da Liga.



Num jogo muito emotivo, "rasgadinho" quanto baste, os encarnados tiveram quase sempre o "sinal mais", mas sofreram até ao fim para segurar um triunfo que os deixa mais perto da conquista da Liga, a seis jogos do final.

Ao minuto 23, Saviola perdeu a primeira grande oportunidade: isolado na área deixou-se antecipar pelo guarda-redes Eduardo. O lance começou com um erro de Filipe Oliveira.

Um livre de Cardozo (32') e um cabeceamento de Saviola (37') ainda criaram perigo, mas o golo só chegou no período de descontos da 1.ª parte, aos 45+2': Após um canto na direita marcado por Di María, o espanhol Javi García cabeceou contra Luisão. A bola ficou mesmo à frente do central, que, sem qualquer falta, rematou de pé esquerdo para a baliza de Eduardo: 1-0.

No intervalo, as equipas demoraram a entrar nos balneários. Os incidentes no túnel em Braga, no primeiro jogo, estariam na memória dos jogadores e técnicos de ambos os clubes.

Depois, houve agitação nas bancadas dos adeptos do Sp. Braga. Houve um carga policial sobre os adeptos minhotos e um chegou a ser levado pela polícia.

Do lado do Benfica, Cardozo esteve perto do golo por três ocasiões, aos 67', 75' e 82', mas falhou sempre no aproveitamento dos cruzamentos dos colegas de equipa. O jogo acabou com a vitória das águias, por 1-0. O Benfica tem agora 61 pontos, contra 55 do Braga. O FC Porto, com menos um jogo, leva 47.

Num estádio da Luz praticamente lotado, com um ambiente escaldante, as equipas alinharam com:

Benfica: Quim; Maxi Pereira, Luisão, David Luiz, Fábio Coentrão; Javi Garcia, Ramires (Ruben Amorim, 76), Carlos Martins (Aimar), Di María, Saviola (Kardec, 87), Cardozo.

Sp. Braga: Eduardo; Filipe Oliveira, Moisés, Rodríguez e Evaldo; Madrid; Mossoró (Luís Aguiar) e Hugo Viana (Rafael Bastos, 58); Alan, Rentería (Matheus, 58) e Paulo César.

Árbitro: Pedro Proença (Lisboa)

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG