Bayern atropela Lazio e Atlético Madrid surpreendido em casa pelo Chelsea

Bávaros golearam em Roma por 4-1. Colchoneros, com João Félix em campo, derrotado pelo Chelsea em Madrid

O Bayern Munique atropelou (4-1) esta terça-feira a Lazio, em Roma, na primeira mão dos oitavos da Liga dos Campeões de futebol, enquanto o Atlético Madrid, montado por Simeone para o 0-0, perdeu em casa com o Chelsea (0-1).

Os campeões europeus e mundiais, vindos de uma derrota (2-1) em Frankfurt, frente ao Eintracht, de André Silva, na última jornada da Bundesliga, puxaram dos galões e arrasaram a Lazio em 45 minutos, com três golos aos 09, 24 e 42 minutos, por Robert Lewandowski, o jovem inglês Jamal Musiala, de 17 anos, e Leroy Sane, respetivamente.

Quando os italianos deram por si estavam no intervalo com a eliminatória perdida, quando era absolutamente vital ter uma entrada forte no jogo e máxima concentração perante o detentor do título, mas não mostraram capacidade para travar uma máquina de jogar futebol que, às vezes, emperra, mas quando está oleada é difícil de parar.

Na segunda parte, a Lazio ainda tentou, num arremedo de orgulho ferido, amenizar o peso da derrota, mas dois minutos após o reatamento, o central Francesco Acerbi fez um autogolo que acentuou a desmoralização da Lazio, que reduziu para 4-1 dois minutos depois, pelo argentino Joaquín Correa, resultado que não sofreu alteração até final e que reduz a cinzas as hipóteses da equipa italiana de seguir em frente na competição.

No outro jogo desta terça-feira da Champions, o Atlético Madrid, com João Félix no onze, acabou por se vítima da estratégia habitual do seu treinador, o argentino Diego Simeone, nos jogos desta competição, de jogar para, acima de tudo, segurar o 0-0, e procurar resolver a eliminatória no terreno do adversário.

Desta vez, porém, a estratégia saiu furada a cerca de 20 minutos do final da partida, quando o internacional francês Olivier Giroud fez o único golo da partida num vistoso pontapé de bicicleta, que foi validado, a despeito da posição de fora de jogo em que se encontrava no momento do remate, pelo facto de a bola ter sido tocada pelo defesa da casa, Mário Hermoso, na tentativa de aliviar perante a ameaça de Mason Mount.

De referir que João Félix, como era expectável face a uma estratégia de contenção, orientada para controlar o jogo e evitar sofrer qualquer golo, acabou por ter poucas vezes a bola em zonas perto da área inglesa, onde pode fazer a diferença, acabando por ser substituído aos 82 minutos, por Renan Lodi.

O Chelsea não vai poder contar com dois titulares no jogo da segunda mão em Inglaterra, o brasileiro Jorginho, naturalizado italiano, e Mason Mount, duas pedras influentes, mas a vantagem de um golo marcado fora pode ser determinante para a sua continuidade em prova.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG