Rui Costa e Mário Costa poderão voltar à competição

Os ciclistas Rui Costa e Mário Costa poderão voltar à competição depois de terem sido suspensos por um período de cinco meses pela Federação Portuguesa de Ciclismo.

Os ciclistas tinham sido suspensos, por um ano, depois de terem acusado a presença do estimulante metilhexanamida, na prova em Santa Maria da Feira, disputada a 25 de Junho do ano passado, prova que sagrou Rui Costa campeão português de contra-relógio em elites.

Mário Costa que também participou na prova, classificou-se em terceiro lugar, acusando igualmente a presença no organismo de metilhexanamida - substância proibida desde 2010.

Em comunicado enviado pelo Conselho de Disciplina da FPC à lusa, divulgado esta sexta-feira, pode ler-se, "a decisão do Conselho de Justiça surge na sequência do recurso interposto pelos dois ciclistas, que haviam sido sancionados com um ano de suspensão pelo Conselho de Disciplina da FPC" , acrescentando que os atletas "já cumpriram os cinco meses de afastamento, podendo voltar à competição".

Ler mais

Exclusivos

Premium

Brexit

"Não penso que Theresa May seja uma mulher muito confiável"

O diretor do gabinete em Bruxelas do think tank Open Europe afirma ao DN que a União Europeia não deve fechar a porta das negociações com o Reino Unido, mas considera que, para tal, Theresa May precisa de ser "mais clara". Vê a possibilidade de travar o Brexit como algo muito remoto, de "hipóteses muito reduzidas", dependente de muitos fatores difíceis de conjugar.