Doping: Contador anseia esclarecimento do TAS

O espanhol Alberto Contador espera que a decisão do Tribunal Arbitral do Desporto (TAS), para o qual recorreram a União Ciclista Internacional (UCI) e a Agência Mundial Antidopagem (AMA), esclareça finalmente a polémica de alegado recurso a doping.

"Acho que as coisas acontecem porque têm de acontecer e talvez o melhor seja ir ao TAS, para que a minha inocência fique ainda mais clara. Confio plenamente em todos os meus argumentos e na defesa feita pelos meus advogados", disse o triplo vencedor da Volta a França, actualmente a liderar a Volta à Catalunha, ao cabo de quatro das sete etapas.

Contador foi alvo de dois controlos positivos por clembuterol no último "Tour" e foi suspenso preventivamente por cerca de cinco meses. No processo disciplinar, dirigido pela Real Federação Espanhola de Ciclismo (RFEC), o atleta apresentou a tese de contaminação através de alimentos e apresentou provas nesse sentido, tendo os responsáveis daquele organismo arquivado o processo, facto que lhe permitiu regressar há competição na 37ª Volta ao Algarve, em Fevereiro.

Os dirigentes da RFEC também anunciaram respeitar a decisão de recorrer por parte da UCI e da AMA, mas frisaram que vão "defender a decisão da sua Comissão Disciplinar", tomando "todas as medidas necessárias para garantir a inocência do atleta".

Por seu lado, o director da Volta a França, Christian Prudhomme, desejou que uma decisão definitiva seja tomada e que a mesma aconteça antes do início do "Tour" de 2011. "O que nos interessa é um ponto final, um epílogo para este caso. Não queremos uma resposta, queremos a resposta", disse.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG