A última batalha de Badr Hari, o protetor de Ronaldo

O lutador tem sido notícia pelo tempo que passa com o futebolista português. Surpreendeu o mundo ao divulgar que vai terminar a carreira

Badr Hari tinha prometido, na véspera, que ia "chocar o mundo". E foi isso que fez, pelo menos entre os seus fãs. O lutador de kickboxing, de 30 anos, que nasceu em Amesterdão e lutou com as cores de Marrocos nos últimos 10 anos, anunciou que vai colocar um ponto final na carreira, logo numa altura em que o seu nome tem andado nas bocas do mundo pela amizade com Cristiano Ronaldo.

Numa entrevista à Radio Mars, Badr Hari disse que é tempo de parar, ele que tem o 119.º - e aparentemente último - combate da carreira agendado para o dia 27, contra o romeno Catalin Morosanu. "Há dois anos que já penso nisso. Acho que este é o momento de deixar os ringues", disse Hari, que começou a praticar kickboxing com 7 anos.

Há dois anos que já penso nisso. Acho que este é o momento de deixar os ringues.

Curiosamente, foi precisamente há dois anos que Cristiano Ronaldo e Badr Hari começaram a manter contacto. Na temporada 2013-14, CR7 não jogou numa goleada ao Galatasaray (4-1) e assistiu à partida na tribuna do Santiago Bernabéu. Logo atrás do futebolista estava sentado Hari e ambos mantiveram uma animada conversa ao longo da partida.

Recentemente, fez furor nas redes sociais uma foto partilhada por Hari, com Ronaldo ao colo, junto a uma piscina. "Casados de fresco, ahahah. Sempre aqui para ti, irmão", escreveu Hari, que até 2005 lutava com as cores da Holanda. Porém, em junho desse ano, ao perder um combate frente ao croata Stefan Leko (o primeiro a que os pais de Hari assistiram), a polémica estalou. O lutador foi vaiado pelo público e pediu o microfone para falar, mas pouco se entendeu do seu discurso. Ficaram as palavras: "Nunca testemunhei tanta ingratidão!" E pronto, nunca mais lutou pela Holanda e assumiu a nacionalidade marroquina.

Em Marrocos, Hari tornou-se um caso de grande popularidade, em particular pelo título mundial conquistado em 2009-10. Reconhecido como um dos melhores atletas do mundo, ganhou as alcunhas Golden Boy e Bad Boy, ele que foi duas vezes vice-campeão mundial de K-1, torneio anual que reúne os melhores do mundo.

Numa recente visita a Marrocos, CR7 foi a uma discoteca, na qual esteve com Hari e Benzema. Ao aperceberem-se de que o português estava no recinto, dezenas de fãs aglomeraram-se à entrada. Então, Badr Hari saiu para pôr ordem na multidão. "Escutem, eu disse ao Cristiano que Marrocos é um país lindo, com muitos fãs. Se alguém se portar mal, dou-lhe porrada. Juro por Deus!", avisou.

O temperamento de Hari, de resto, é recorrentemente notícia pelos piores motivos. O atleta já foi diversas vezes detido, quase sempre em espaços de diversão noturna, e já enfrentou uma acusação de tentativa de homicídio, entre muitos casos de agressão. Um historial que não o impediu de manter uma amizade com o Bola de Ouro.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG