Joana Guerreiro e José Bagulho põem fim às profissões de homens e mulheres

Joana Guerreiro ainda tirou o curso de Recursos Humanos, mas a falta de trabalho empurrou-a para a aviação civil. Primeiro como hospedeira, mas o sabor a pouco levou-a a fazer o brevê ao fim de seis meses de já estar em funções. Hoje, com 40 anos, esta mãe de dois filhos é comandante de médio curso na TAP há nove meses e depois de 12 anos a co-pilotar. Uma mulher numa profissão dominada por homens, afinal, conta ao Delas.pt, “somos à volta de 60 mulheres em 1300 comandantes e co-pilotos e dessas nove são comandantes”. Do outro lado da barricada, […]

Para saber mais clique aqui: www.delas.pt

Exclusivos