O acessório mais pitoresco de Isabel II chegou às passerelles

“Quando for grande quero ser como a Rainha de Inglaterra!”, “Para usares coroa?”, “Não, para ter um guarda-chuva a condizer com cada um dos meus fatos!”. Este diálogo fictício bem podia ser real, afinal quem é o comum mortal que se pode dar ao luxo de ter um guarda-chuva personalizado para cada toilette?! Só mesmo a Rainha Isabel II. A monarca inglesa tem pelo menos 10 sombrinhas transparentes com um barra colorida em baixo. Podia dar-se o caso de sua majestade ter apenas um fascínio por este acessórios ou ser simplesmente uma mulher previdente com morada numa cidade que conhece […]

Para saber mais clique aqui: www.delas.pt

Ler mais

Exclusivos

Premium

Anselmo Crespo

No PSD não há inocentes

Há coisas na vida que custam a ultrapassar. A morte de alguém que nos é querido. Uma separação que nos parece contranatura. Ou uma adição que nos atirou ao charco e da qual demoramos a recuperar. Ao PSD parece terem acontecido as três coisas em simultâneo: a morte - prematura para os sociais democratas - de um governo, imposta pela esquerda; a separação forçada de Pedro Passos Coelho; e uma adição pelo poder que dá a pior das ressacas em política.