Foi libertada depois de 18 anos presa por sofrer aborto

Delas

As autoridades de El Salvador libertaram, esta segunda-feira, 25 de junho, uma mulher condenada a 25 anos de prisão pelo crime de homicídio qualificado. Mariana Lopez foi presa depois de sofrer um aborto espontâneo em 2000 e saiu agora da cadeia, depois de cumprir 18 anos de pena. É a quarta mulher condenada por aborto a ser libertada desde o início do ano naquele país, onde a interrupção da gravidez é proibida em qualquer circunstância.

Para saber mais clique aqui: www.delas.pt