40% dos cuidados de fisioterapia estão a ser mal prestados

A Associação Portuguesa de Fisioterapeutas alerta que 40% dos cuidados de fisioterapia estão a ser prestados por profissionais não habilitados e defende a necessidade de uma ordem profissional para combater os abusos e "usar melhor os dinheiros públicos". "O problema mais grave da fisioterapia em Portugal são os atos praticados por não-fisioterapeutas", afirma em comunicado o presidente da associação, Emanuel Vital, adiantando que o Estado gasta anualmente "mais de 74 milhões de euros em cuidados de medicina física e reabilitação", que "muitas vezes são praticados por pseudo-fisioterapeutas".

Para saber mais clique aqui: www.delas.pt

Ler mais

Exclusivos