Tom Cruise em grande e cinema italiano que não desiste do realismo

Tom Cruise domina o cartaz da semana, com o novo e magnífico título da série "Missão Impossível". Mas importa não esquecer o cinema italiano e os clássicos franceses.

Esta é a semana de estreia do sexto título da saga Missão Impossível - e o menos que se pode dizer é que ainda há "blockbusters" que sabem manter os mais genuínos valores do espetáculo. Isto sem esquecer novas e magníficas reposições de clássicos do cinema francês e ainda A Ciambra, um interessante exemplo do realismo italiano.

A CIAMBRA - Retratando uma pequena comunidade cigana da Calabria, o filme de Jonas Carpignano é a prova eloquente da persistência de uma energia realista no actual cinema italiano cujas raízes simbólicas estarão em Rossellini ou De Sica, isto é, no período lendário do neo-realismo. Para além da verdade dos corpos e dos lugares, sem qualquer cedência a estereótipos, Carpignano consegue colocar em cena a odisseia de um adolescente dividido entre a afirmação individual e as forças da tradição.

*** (bom).

HELENA E OS HOMENS - Jean Renoir admirava o modo como Ingrid Bergman aceitava expor perante a câmara de filmar a vulnerabilidade do seu próprio ser, em particular através de um rosto habitado pelas mais delicadas vibrações emocionais. Este Elena et les Hommes (1956) ficou como a sublime demonstração desse poder encantado e encantatório: através de um labirinto de amores e desejos em cenários parisienses do começo do século XX, Renoir assinava a sua mais depurada celebração do conceito de felicidade. Além do mais, convém não esquecer que estamos perante mais uma reposição de clássicos do cinema francês, esta semana a par de A Mulher do Padeiro (1938), de Marcel Pagnol, Aquela Loira (1952), de Jacques Becker, e Fim de Semana no Ascensor (1958), de Louis Malle.

***** (excepcional)

MISSÃO IMPOSSÍVEL: FALLOUT - Vale a pena recordar que a série cinematográfica Missão Impossível começou em 1996, com um notável filme assinado por Brian de Palma. Com altos e baixos, chegamos agora ao sexto título da série, outro momento alto, com assinatura de Christopher McQuarrie. Por terra e pelo ar, entre avenidas de Paris e penhascos da Noruega, Tom Cruise vem provar que é possível celebrar o espetáculo sem ceder às rotinas dos efeitos digitais - e o ecrã IMAX valoriza ainda mais o impacto espetacular.

**** (muito bom)

Exclusivos

Premium

Espanha

Bolas de aço, berlindes, fisgas e ácido. Jovens lançaram o caos na Catalunha

Eram jovens, alguns quase adultos, outros mais adolescentes, deixaram a Catalunha em estado de sítio. Segundo a polícia, atuaram organizadamente e estavam bem treinados. José Manuel Anes, especialista português em segurança e criminalidade, acredita que pertenciam aos grupos anarquistas que têm como causa "a destruição e o caos" e não a luta independentista.