Quadro de Van Gogh roubado de museu que estava fechado devido à covid-19

A pintura, que podia valer até seis milhões de euros, foi levada por assaltante durante a noite. Aproveitaram a quarentena do coronavírus e o facto do museu, perto de Amesterdão, estar encerrado.

Uma pintura de Vincent Van Gogh foi roubada de um museu na Holanda, que estava atualmente encerrado devido à pandemia de covid-19, anunciou o diretor executivo do museu Singer Lauren, situado em Laren a 30 kms de Amesterdão, e que tinha a obra nas suas instalações a título temporário para uma exposição.

"Houve uma entrada forçada ontem [domingo] e uma pintura de Van Gogh foi roubada", disse Evert van Os, diretor-executivo do museu Singer Laren, numa mensagem vídeo. O responsável nomeou o trabalho roubado como "Parsonage Garden at Neunen in Spring", uma pintura de 1884 que faz parte de uma série feita quando o famoso pintor vivia na casa do seu pai.

A pintura tem um valor estimado entre um e seis milhões de euros, informou a imprensa holandesa. As 3.000 obras do museu também incluem pinturas do mestre holandês Piet Mondrian e do pintor holandês-indonésio Jan Toor. Mas mais nenhuma foi roubada. O museu foi fundado em 1954 por Anna Singer, viúva do pintor americano William Singer, para exibir a sua coleção.

A pintura tinha sido emprestada pelo Museu Groninger, de Groningen, que só possuía este Van Gogh na coleção.

Os assaltantes, cerca das 03.15 da madrugada, forçaram a porta da frente de vidro e o alarme até disparou. Contudo os criminosos já tinham desaparecido quando a polícia chegou.

Segundo o responsável do Singer Laren, a segurança estava delineada "inteiramente de acordo com o protocolo". "Nós coordenamos isso bem com os nossos especialistas em seguros, mas é claro que podemos aprender com isto", diz o diretor executivo Evert van Os, que deu a notícia no canal de youtube do museu.

O diretor do museu, Jan Rudolph de Lorm, diz que está "chocado e incrivelmente irritado". De Lorm considera que o roubo é "muito mau para o Museu Groninger, para o Singer Laren e especialmente terrível para todos nós. A arte existe para ser desfrutada, especialmente durante este período difícil".

O diretor do Museu Groninger também está em choque. "É o roubo de uma obra que pertence a todos", diz Andreas Blühm, que realça que o seu museu continuará a colaborar com o Singer Laren. "Não nos vamos deixar levar por isto."

O museu em Laren está atualmente fechado devido ao coronavírus. O Van Gogh fazia parte da exposição "Mirror of the Soul. Toorop tot Mondriaan , que começou em 14 de janeiro e duraria até 10 de maio.

Não é o primeiro roubo no museu. Em janeiro de 2007, sete estátuas foram roubadas do jardim do mesmo espaço.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG