Um algoritmo define um sentimento? As músicas mais tristes desde 1958

Cruzamento entre algoritmo do Spotify e sucessos da lista da Billboard resulta numa lista, puramente analítica, de cinco temas

A plataforma digital de música Spotify permite classificar de 0 a 1 o grau de sentimento transmitido (valência) pelas suas 35 milhões de músicas. A BBC confrontou mais de 1000 músicas que estiveram no topo da lista da Billabord desde 1958 até aos dias de hoje com este algoritmo.

Assim, a música de Roberta Flack "The First Time Ever I Saw Your Face" é a canção mais triste dos maiores êxitos da lista da Billabord, desde 1958.

"As faixas com maior valência soam mais positivas (alegres, animadoras, eufóricas), enquanto as faixas com menor valência soam mais negativas (tristes, depressivas, zangadas)", explica um membro da equipa do Spotify, citado pela BBC.

Os resultados colocaram duas baladas românticas no primeiro e no segundo lugar das músicas mais tristes:

1. The First Time Ever I Saw Your Face (1972), Roberta Flack;

2. Three Times a Lady (1978), Commodores;

3. Are You Lonesome Tonight? (1960), Elvis Presley;

4. Mr. Custer (1960), Larry Verne;

5. Still (1979), Commodores.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG