Exclusivo Peter Jackson: "Como fã dos Beatles, estou maravilhado com o facto de Get Back existir"

O tão esperado momento chegou ao Disney+. A estreia de The Beatles: Get Back, documentário em três partes assinado por Peter Jackson, dá uma inédita visão intimista da banda. O DN participou na conferência virtual com o realizador.

Estes estão mesmo a fazer um filme agora? Temos de agir com muita naturalidade." George Harrison não sabia que estava a ser gravado - havia microfones escondidos por toda a parte - quando comentou com Paul McCartney e Ringo Starr este ligeiro incómodo em relação ao aparato à sua volta. Mas sim, Michael Lindsay-Hogg estava mesmo a fazer um filme das sessões de gravação dos Beatles, em janeiro de 1969, e os quatro de Liverpool não só agiram com muita naturalidade para as câmaras como, nas conversas mais francas, supostamente off the record, revelaram algo da sua postura "normal" por trás da aparência mediática. Uma revelação que chega finalmente aos fãs, porque, de facto, nada escapou à montagem e ao restauro de Peter Jackson, o realizador e fã neozelandês que esculpiu The Beatles: Get Back a partir de quase 60 horas de rolos de filmagens e 150 de gravação áudio. Um registo que cobre 21 dias do processo criativo da banda, com a gestação das 14 novas canções que tinham de ser dadas à luz no dia do seu primeiro concerto ao vivo em mais de dois anos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG