Liam Payne fala do tempo "tóxico" nos One Direction

O cantor revela numa entrevista à 'Men's Health Australia' que estava muitas vezes bêbado em palco.

"É difícil quando tens o nível de fama que nós tínhamos na banda", disse Liam Payne numa entrevisgta à Men's Health Australia. O cantor, hoje com 25 anos, tinha apenas 14 quando participou no concurso X Factor e foi eliminado, voltando dois anos depois e acabando por se juntar a outros quatro adolescentes para formar os One Direction, que cresceriam depois sob o batuta do produtor Simon Cowell.

"Quando fazes centenas e centenas [de concerto] e são as mesmas 22 músicas ao mesmo tempo, todos os dias, mesmo se não estás feliz, tens que sair para o palco", contou. "É quase como vestir o fato da personagem da Disney antes de entrar em palco e debaixo do fato da Disney estava bêbado muitas vezes porque não havia outra forma de entender o que estava a acontecer. Quero dizer, era divertido. Divertimo-nos imenso, mas havia algumas partes onde as coisas se tornaram um pouco tóxicas", referiu.

"Foi literalmente a tempestade perfeita", lembrou sobre a fama. Os One Direction, que eram formados por Liam, Harry Styles, Nieall Horan, Louis Tomlinson e Zayn Malik, são o único grupo na história a conseguir que os seus primeiros álbuns estreassem no número 1 do top da Billboard Hot 100. "Houve tantas coisas que tiveram que acontecer no momento certo para isso acontecer. Não é algo que possamos recrear facilmente e provavelmente nunca irá acontecer, por causa da forma como a Internet estava a crescer, a forma como o X Factor foi lançado. Acho que foi pura sorte", indicou.

A banda formada em 2010, fez uma pausa por tempo indefinido em 2016, já depois da partida de Zayn em 2015. Cada um dos seus membros prossegue as carreiras individuais. No total, já venderam mais de 50 milhões de álbuns em todo o mundo.

Um dos principais letristas dos One Direction, Liam Payne tem trabalhado em vários projetos a solo e dedica também tempo ao filho de dois anos, Bear, que teve com a agora ex-namorada, a também cantora Cheryl.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG