Uma música por dia: Luís Severo, "Planície"

O músico português apresenta-se no domingo no festival Bons Sons.

Este fim-de-semana há Bons Sons na aldeia de Cem Soldos (Tomar). Este é um festival único, não só porque é organizado pela associação cultural da terra com a ajuda da população e de muitos amigos, sem objetivos comerciais (o dinheiro conseguido é para investir na aldeia), mas também porque a programação, só com música portuguesa, é de grande qualidade. Este ano, por exemplo, temos Norberto Lobo, Tomara, João Afonso, Sara Tavares, Zeca Medeiros, Paus, Conan Osíris, Lena D'Água e Linda Martini.

No domingo, pelas 18.30, o palco Giacometti será ocupado por Luís Severo com a sua banda. O músico de 26 anos traz temas dos seus dois únicos álbuns: Cara D'Anjo (2015) e Luís Severo (2017), com músicas como Escola, Boa Companhia e Planície (Tudo Igual). Será uma das últimas oportunidades para ver Luís Severo ao vivo antes de ele voltar para estúdio para gravar o próximo disco.

O videoclipe de Planície (Tudo Igual) foi realizado por Luís Henrique e Núria Léon Bernardo entre maio e outubro de 2017, o que significa que atravessa três estações - primavera, verão e outono. O resultado é este:

Ler mais

Adolfo Mesquita Nunes

Premium Derrotar Le Pen

Marine Le Pen não cativou mais de dez milhões de franceses, nem alguns milhões mais pela Europa fora, por ter sido estrela de conferências ou por ser visita das elites intelectuais, sociais ou económicas. Pelo contrário, Le Pen seduz milhões de pessoas por ter sido excluída desse mundo: é nesse pressuposto, com essa medalha, que consegue chegar a todos aqueles que, na sequência de uma crise internacional e na vertigem de uma nova economia digital, se sentem excluídos, a ficar para trás, sem oportunidades.

Adolfo Mesquita Nunes

Premium Derrotar Le Pen

Marine Le Pen não cativou mais de dez milhões de franceses, nem alguns milhões mais pela Europa fora, por ter sido estrela de conferências ou por ser visita das elites intelectuais, sociais ou económicas. Pelo contrário, Le Pen seduz milhões de pessoas por ter sido excluída desse mundo: é nesse pressuposto, com essa medalha, que consegue chegar a todos aqueles que, na sequência de uma crise internacional e na vertigem de uma nova economia digital, se sentem excluídos, a ficar para trás, sem oportunidades.

João Taborda da Gama

Premium Temos tempo

Achamos que temos tempo mas tempo é a única coisa que não temos. E o tempo muda a relação que temos com o tempo. Começamos por não querer dormir, passamos a só querer dormir, e por fim a não conseguir dormir ou simplesmente a não dormir, antes de passarmos o resto do tempo a dormir, a dormir com os peixes. A última fase pode conjugar noites claras e tardes escuras, longas sestas de dia com um dormitar de noite. Disse-me um dia o meu barbeiro que os velhotes passam a noite acordados para não morrerem de noite, e se ele disse é porque é.

João Taborda da Gama

Premium Temos tempo

Achamos que temos tempo mas tempo é a única coisa que não temos. E o tempo muda a relação que temos com o tempo. Começamos por não querer dormir, passamos a só querer dormir, e por fim a não conseguir dormir ou simplesmente a não dormir, antes de passarmos o resto do tempo a dormir, a dormir com os peixes. A última fase pode conjugar noites claras e tardes escuras, longas sestas de dia com um dormitar de noite. Disse-me um dia o meu barbeiro que os velhotes passam a noite acordados para não morrerem de noite, e se ele disse é porque é.