Tenor português na final do Operalia

Luís Gomes subirá domingo ao palco do Teatro Nacional São Carlos para participar na final do prestigiado concurso mundial Operalia

Luís Gomes, de 31 anos, é um dos 12 semifinalistas do Operalia, o prestigiado concurso criado há 25 anos por Plácido Domingo, que está a decorrer pela primeira vez em Portugal, no Teatro São Carlos. A final terá lugar este domingo, dia 2, e contará com os representantes da Rússia, Canadá/Itália, Portugal, EUA, Alemanha, China, Bielorrúsia, África do Sul, Suíça/França, Rússia.

O tenor português, Luís Gomes, foi um dos 12 concorrentes que passaram à semifinal nas duas categorias, ópera e zarzuela. Nesta última categoria estão a concurso cinco concorrentes. Luís Gomes junta-se aos concorrentes dos Canadá/Itália, Bielorrússia, Brasil e Colômbia/EUA.

Luís Gomes, de 31 anos, é dos que continua nas duas categorias. Mas, na semifinal que irá decorrer na quinta-feira, e que poderá ser acompanhada em direto a partir das 16.00 nas página do Facebook do Operalia e do Teatro São Carlos, serão ouvidos 26 concorrentes.

O concurso teve início na segunda-feira e vai continuar até ao próximo domingo, tendo contado com a participação de 40 concorrentes de 24 países, dois destes de Portugal , o tenor Luís Gomes e a soprano Rita Marques, de 28 anos.

Luís Gomes tinha confessado ao DN que desde muito pequeno que tinha uma certeza: queria ser músico. Se era a cantar ou a tocar, isso não importava, queria ser músico "de qualquer coisa" e ponto final.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Operação Marquês

Granadeiro chama 5.º mais rico do mundo para o defender

O quinto homem mais rico do mundo, o mexicano Carlos Slim Helú, é uma das 15 testemunhas que Henrique Granadeiro nomeou para serem ouvidas na fase de instrução do processo Marquês. Começa hoje a defesa do antigo líder da Portugal Telecom, que é acusado de ter recebido 24 milhões de euros do GES para beneficiar o grupo em vários negócios.