Morreu José Maria Nóbrega, viola de fado de Carlos do Carmo

Velório realiza-se a partir das 17:00 desta quarta-feira na capela da Igreja da Reboleira.

O viola de fado José Maria Nóbrega morreu na terça-feira, em Lisboa, aos 92 anos, disse esta quarta-feira à agência Lusa fonte próxima da família.

José Maria Nóbrega acompanhou, ao longo de mais de 40 anos, o fadista Carlos do Carmo tanto em gravações como em espetáculos, em Portugal e no estrangeiro.

O velório de José Maria Nóbrega realiza-se, a partir das 17:00 de hoje, na capela da Igreja da Reboleira, onde, na quinta-feira, será celebrada missa, pelas 12:00.

O funeral partirá, depois, às 12:30, da igreja da Reboleira para o crematório do cemitério de Barcarena.

José Maria Nóbrega foi distinguido, em 1981, com o guitarrista António Chaínho, com o Prémio da Imprensa Fado (instrumentalista) e, em 2004, durante a Grande Noite do Fado, realizada no Teatro S. Luiz, em Lisboa, recebeu o Prémio Carreira.

José Maria Nóbrega nasceu em 19 de novembro de 1926, em Alijó, Vila Real, onde passou a infância, segundo uma biografia do músico disponível na página do Museu do Fado.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Operação Marquês

Granadeiro chama 5.º mais rico do mundo para o defender

O quinto homem mais rico do mundo, o mexicano Carlos Slim Helú, é uma das 15 testemunhas que Henrique Granadeiro nomeou para serem ouvidas na fase de instrução do processo Marquês. Começa hoje a defesa do antigo líder da Portugal Telecom, que é acusado de ter recebido 24 milhões de euros do GES para beneficiar o grupo em vários negócios.