Moita homenageia forcado colhido em 2017

Nas festas em Honra de Nossa Senhora da Boa Viagem, a Praça Daniel Nascimento vai recordar Fernando Quintella, que morreu no ano passado depois de colhido na arena, com uma cerimónia emotiva no intervalo da corrida de toiros

A homenagem ao forcado Fernando Quintella, colhido mortalmente por um toiro em 2017, na Moita, é um dos momentos mais emotivos e aguardados da edição deste ano da Feira Taurina, que decorre de 11 a 14 de setembro, com três corridas de toiros e uma novilhada, integradas nas festas da vila em honra de Nossa Senhora da Boa Viagem.

No intervalo da corrida de sexta-feira (dia 14), a terceira e última da semana, será descerrada uma placa na Praça Daniel Nascimento. A cerimónia contará com a presença de Rui Garcia, presidente da câmara da Moita, e de familiares do jovem que perdeu a vida após enfrentar o toiro "Fogareiro" de 530 quilos, pertencente à ganadaria Prudêncio. As emoções continuarão à flor da pele, quando atuar o grupo de forcados de Alcochete, ao qual pertencia Fernando Quintella.

Nessa mesma noite está marcado outro momento de grande significado para a tauromaquia nacional. Assinala-se a alternativa de Verónica Cabaço que assim se torna cavaleira profissional. É a segunda mulher a assumir este estatuto na atual temporada taurina. A primeira foi Cláudia Almeida, que o fez em julho na Nazaré.

Aquela que é considerada uma das mais importantes Feiras Taurinas do País tem agendada outra corrida para a noite de quinta-feira (dia 13), durante a qual serão comemorados os 40 anos de alternativa do mestre João Moura. A homenagem consiste no descerrar de uma placa alusiva à efeméride.

A primeira corrida de toiros desta semana ocorre na terça-feira (dia 11), às 18h30, com a atuação do cavaleiro Vítor Ribeiro e dos matadores Manuel Escribano e Nuno Casquinha. Quarta-feira (12) será um dia dedicado aos novos valores com a realização da Novilhada às 22h.

Segue o quadro completo das três corridas e novilhada na Praça Daniel Nascimento:

Dia 11 - 18h30 - Corrida Mista

Cavaleiro: Vítor Ribeiro; Matadores: Manuel Escribano e Nuno Casquinha; Forcados: amadores da Moita; Ganadaria: Falé Filipe

Dia 12, quarta-feira, 22h -Novilhada integrada no Ciclo de Novilhadas das Escolas de Toureio

Cavaleiros: Francisco Correia Lopes, Ricardo Cravidão; Forcados: Aposento da Moita; Novilheiros: João D"Alva, Rui Jardim, Filipe Martinho, Manuel Muñoz; 6 novilhos da APCTL

Dia 13 - 22h00 - 40 anos da alternativa de mestre João Moura

Cavaleiros: João Moura, António Telles, Luís Rouxinol, Francisco Palha, Miguel Moura, Luís Rouxinol Jr. e António Telles (filho); Forcados: amadores Aposento da Moita; Ganadaria: Passanha

Dia 14 - 22h00 - Homenagem a Fernando Quintella e alternativa de Verónica Cabaço

Cavaleiros: Ana Batista, Gilberto Filipe, Filipe Gonçalves, Emiliano Gamero, Andrés Romero, Verónica Cabaço (toma a alternativa); Forcados: amadores de Évora e de Alcochete; Ganadarias: Prudêncio, Veiga Teixeira, Fernandes de Castro, Dr. António Silva, Engº Jorge Carvalho e Canas Vigoroux.

Ler mais

Exclusivos

Premium

nuno camarneiro

Uma aldeia no centro da cidade

Os vizinhos conhecem-se pelos nomes, cultivam hortas e jardins comunitários, trocam móveis a que já não dão uso, organizam almoços, jogos de futebol e até magustos, como aconteceu no sábado passado. Não estou a descrever uma aldeia do Minho ou da Beira Baixa, tampouco uma comunidade hippie perdida na serra da Lousã, tudo isto acontece em plena Lisboa, numa rua com escadinhas que pertence ao Bairro dos Anjos.

Premium

Rui Pedro Tendinha

O João. Outra vez, o João Salaviza...

Foi neste fim de semana. Um fim de semana em que o cinema português foi notícia e ninguém reparou. Entre ex-presidentes de futebol a serem presos e desmentidos de fake news, parece que a vitória de Chuva É Cantoria na Aldeia dos Mortos, de Renée Nader Messora e João Salaviza, no Festival do Rio, e o anúncio da nomeação de Diamantino, de Daniel Schmidt e Gabriel Abrantes, nos European Film Awards, não deixou o espaço mediático curioso.